Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
16 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Com informações da Folhapress

SÃO PAULO – Com 22 votos, a Academia Brasileira de Letras (ABL) elegeu Gilberto Gil como novo imortal da casa. O cantor e compositor de 79 anos ocupa a cadeira 20, em substituição ao jornalista Murilo Melo Filho (1928-2020).

Gil disputava a posição com o poeta e compositor Salgado Maranhão e com o escritor Ricardo Daudt. Com a eleição do artista, a ABL tem agora dois membros negros: Gilberto Gil e o acadêmico Domício Proença Filho.

A eleição desta quinta-feira, 11, foi a segunda após a retomada das atividades presenciais da ABL. Na semana passada, Fernanda Montenegro foi eleita para a cadeira de número 17. Até o final do ano, serão escolhidos mais três imortais da Academia.

Gilberto Gil é cantor, compositor, multi-instrumentista e produtor musical. O artista tem dois prêmios Grammy Awards, nos anos de 1998 e 2005, e dois Grammy Latino, em 2001 e em 2002. Em 1999, foi nomeado Artista pela Paz, pela Unesco.

Gilberto Gil com a neta Flor Gil (Reprodução)

Pai de oito filhos, avô de dez netos e uma bisneta, o cantor é conhecido por canções como Aquele Abraço, Vamos Fugir, A Novidade, Cálice, Esotérico, Divino Maravilhoso e mais. Ele tem uma extensa discografia, que conta com mais de 50 álbuns.