2 de março de 2021

Gabriel Abreu – Da Revista Cenarium

MANAUS – Em transmissão pelas redes sociais, o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), anunciou que não está confirmado um lockdown no Amazonas. No entanto, algumas medidas para restringir a circulação de pessoas foram anunciadas. As medidas, que começam a valer nesta segunda-feira, 25, vêm após um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para frear o contágio da Covid-19 no Amazonas.

De acordo com Wilson Lima, há muita gente disseminando informações que não são verdadeiras. “Estão propagando muita fake news. O que vai constar nesse decreto e ele começa a valer a partir de segunda-feira. Supermercados estão abertos de 6h às 19h, limitado a produtos de alimentação, bebidas, limpeza, higiene pessoal. Farmácias estão abertas durante 24 horas. Também estão abertos os serviços de saúde, clínica e serviço de urgência, emergência, clínicas veterinárias, atendimento a domicílio e atendimento de saúde mental”, disse.

Feiras devem funcionar das 4h às 8h. Restaurantes, padarias e bares funcionarão apenas no sistema de delivery, das 6h até 22h. Obras e serviços de engenharia apenas para a área de saúde estarão permitidos. Transporte de cargas só para produtos essenciais à vida, como alimentos e insumo. E também o transporte dos trabalhadores daquelas atividades que estão permitidas.

“Com relação à indústria, funcionará em torno de 12 horas, com exceção daquelas empresas que têm como bem final o setor de alimentação, de farmácia e de itens para os hospitais. Nesse decreto, há restrição de circulação de pessoas para 24 horas. O cidadão pode sim sair da sua casa, mas ele só pode sair se houver extrema necessidade. Só pode sair, por exemplo, para ir a um supermercado, uma pessoa por família. Essa é uma medida para que a gente possa diminuir, consequentemente, essa cadeia de novas infecções”, completou o governador.

Em ofício enviado por procuradores nessa sexta-feira, 22, a PGR recomendava ao Governo do Amazonas um isolamento social mais severo com aumento de toque de recolher até que haja demonstração de estabilização ou diminuição da curva de contaminação pelo vírus.

Desde o dia 2 de janeiro, por conta de uma decisão judicial, o comércio não essencial está fechado em Manaus.

Boletim FVS

De acordo com o Boletim da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), nas últimas 24 horas o Amazonas registrou 3.975 novos casos de Covid-19, totalizando 245.157 casos da doença no Estado.

Segundo o boletim, foram confirmados 132 óbitos por Covid-19, sendo 83 ocorridos no dia, 21, 49 óbitos foram encerrados por critérios clínicos, de imagem, clinicoepidemiológico ou laboratorial, elevando para 6.889 o total de mortes.

Na capital, de acordo com dados da Prefeitura de Manaus, nessa quinta-feira, 21, foram registrados 89 sepultamentos por Covid-19. O boletim acrescenta ainda que 30.526 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas pelas secretarias municipais de Saúde, o que corresponde a 12,45% dos casos confirmados ativos.