Governador estende isolamento no Amazonas por mais 15 dias

Nícolas Marreco – da Cenarium

MANAUS – Para frear os altos índices de contaminação do Novo Coronavírus no Amazonas, o governo do estado prorrogou na tarde desta quarta-feira, 15, por mais 15 dias o decreto que suspende atividades não essenciais. O atual decreto (42.185) estende as medidas restritivas de isolamento social até 30 de abril, conforme texto publicado no Diário Oficial do Estado (DOE).

As medidas de suspensão de atividades foram tomadas pelo governo desde o dia 23 de março. O último, que vencia hoje, é o de número 42.145. A ideia que ainda persiste é conter o total colapso do sistema de saúde do estado, com as redes pública e privada saturadas de pacientes graves por Covid-19.

O decreto é destinado devido a baixa adesão ao isolamento doméstico. Até esta quarta, 1.554 pessoas estavam infectadas no Amazonas e 106 mortas pela pandemia.

Por determinação do governador Wilson Lima (PSC), agentes da Secretaria de Segurança Pública (SSP) podem atuar nas ruas para fechar comércios e forçar a redução de circulação de pessoas. A aplicação de multas, inclusive, a quem desrespeitar as regras do isolamento também serão efetuadas. No último domingo, Wilson falou de um possível “lockdown”, quando todo tipo de movimentação nas ruas é proibido pelo estado.

Medidas como a realização de eventos de quais natureza promovidos pelo governo, a visitação a presídios e centros de detenção para menores, viagens de passageiros entre municípios, eventos que reúnem acima de 100 pessoas, o atendimento por bares e similares continuam suspensos.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO