Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
7 de maio de 2021

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC
Acompanhe nossas redes sociais

Marcela Leiros – Da Revista Cenarium

MANAUS – O governador do Amazonas, Wilson Lima, inaugurou na manhã desta sexta-feira, 23, a segunda etapa do Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques (CCAVV), para fomentar o crescimento do turismo de eventos e negócios no Estado. Localizada no bairro Flores, zona Centro-Sul de Manaus, a estrutura, junto com a primeira fase, tem capacidade para dez mil pessoas e é considerada o maior Centro de Convenções da região Norte.

O prédio vai complementar a estrutura da primeira fase do CCAVV, que já atende quatro mil pessoas, ambos destinados a feiras e exposições. O evento teve a presença do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), do ministro do Turismo, Gilson Machado, do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, do chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, e do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

O governador destacou a importância da estrutura para o mercado de eventos no Estado. “Nós estamos entregando uma grande obra juntamente com o governo federal. Era uma obra que estava parada, quando eu assumi o governo, em 2019. É uma obra que vai comportar, incluindo a primeira etapa, aproximadamente 10 mil visitantes e sediar vários eventos ao mesmo tempo. É o maior complexo para realização de convenções do Norte do Brasil”, disse o governador.

A expectativa do governo estadual é que, assim que as autoridades sanitárias permitirem a realização de grandes eventos, a estrutura possa receber eventos de grande porte, inclusive internacionais. “É um marco para o Estado do Amazonas esse espaço que está sendo inaugurado, e a gente já está se preparando para esse momento de retomada das atividades econômicas no Estado”, destacou Wilson Lima.

Recursos

A obra empregou recursos dos governos estadual e federal. Devido a isso, a solenidade de inauguração teve a presença do ministro do Turismo, Gilson Machado, que elogiou os atrativos turísticos do Amazonas.

“Nada é igual a uma experiência em turismo como o Estado do Amazonas, que oferece pesca esportiva, contemplação da natureza, ecoturismo e turismo gastronômico. Realmente, somos diferenciados”, disse Gilson Machado. Ele destacou a parceria entre o Estado e o Governo Federal para a conclusão das obras do Centro de Convenções, que estavam paradas.

Estrutura

O prédio tem quatro pavimentos, totalizando 14.300m². Dispõe de três salões para exposições, 12 elevadores sociais, dois de serviço e um de carga, o qual deve ampliar o leque de opções de mostras e eventos. O de carga é o maior das regiões Norte e Nordeste, e pode transportar embarcações e carros, por exemplo.

As obras da segunda fase começaram em 2015, com o orçamento global de R$ 40.224.174,82, com recursos dos governos Federal e do Amazonas. Porém, em 2019, quando o governador Wilson Lima assumiu, apenas 14% do total havia sido executado. Desse montante, R$ 224.174,28 são recursos próprios do governo do Estado.