23 de janeiro de 2021

Com informações da assessoria

A partir desta quarta-feira, 25, o Governo do Amazonas realiza o pagamento de aproximadamente R$ 3,6 milhões referentes à subvenção econômica da juta e da malva para 758 produtores rurais de 10 municípios do Estado. O valor corresponde à safra remanescente de 2018/2019 e à de 2019/2020, totalizando mais de 7 mil toneladas de fibras que serão pagas por meio da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS). A cerimônia acontece em Manacapuru, às 9h, no Serviço Social do Comércio (Sesc), localizado na Rua Waldemar Ventura, 450, Aparecida.

De acordo com o presidente da ADS, Sérgio Litaiff Filho, o benefício será concedido com novo valor reajustado pelo Decreto nº 41.830/2020, que estabelece em R$ 0,50 o pagamento por quilo de fibra de juta e malva embonecada. O valor é 25% superior ao preço de R$ 0,40 praticado anteriormente.

“Ano passado, o governador atualizou o pagamento das safras, que não era realizado há cinco anos e, nesse ano, mais uma vez o governador atualiza todos os pagamentos das safras referentes à juta e malva. Isso é de grande importância para os juticultores, pois demonstra a clara certeza que eles têm um parceiro na atividade que eles realizam, e esse parceiro tem sido o Governo do Estado, através da ADS. A gente fica muito feliz em anunciar esse pagamento mesmo em um ano atípico, em que conseguimos fazer com que os juticultores tenham resgate, não só da atividade mas, acima de tudo, da dignidade de todos eles”, afirma.

Da safra remanescente de 2018/2019, um total de 211 juticultores dos municípios de Anamã, Anori, Beruri, Manacapuru, Manaquiri e Parintins receberão o benefício referente à comercialização de aproximadamente 1.500 toneladas de fibras naturais, totalizando R$ 722.416,93.

Também serão pagos cerca de R$ 2,9 milhões referentes à safra 2019/2020, quando 5,8 mil toneladas de juta e malva foram produzidas por 758 juticultores do Amazonas, oriundos de Anamã, Anori, Beruri, Caapiranga, Codajás, Itacoatiara, Manacapuru, Manaquiri, Nhamundá e Parintins.

Pagamento

Os valores serão disponibilizados nas agências do Banco Bradesco por ordem alfabética: no dia 25/11, o benefício será pago aos cadastrados com a inicial de A a H; no dia 26/11, para as iniciais de I a Q; dia 27/11, de R a Z. A ADS ressalta que não é possível realizar o saque em postos bancários.

Incentivo

A concessão de subvenção econômica a produtores de juta e malva é realizada pelo Governo do Estado através da ADS, em cumprimento da Lei nº 2.611, de 4 de julho de 2000, tendo como objetivo incentivar a produção dessas culturas por conta do apelo sustentável de sua cadeia produtiva.

Cultivadas nas áreas de várzeas, sem insumos químicos, elas são uma alternativa ecológica para a confecção de embalagens, principalmente na substituição das sacolas plásticas.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.