Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
24 de outubro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Com informações da assessoria

MANAUS – O Governo do Amazonas recebeu, na tarde desta quarta-feira, 26, um novo carregamento com 8.190 doses de vacina contra a Covid-19, do tipo Pfizer/BioNTech. O lote enviado pelo Ministério da Saúde dá seguimento à vacinação no Estado, por meio do Plano Nacional de Imunização (PNI).

A remessa chegou a Manaus a bordo do voo LA-3182, da empresa Latam, e foi desembarcada por volta das 15h, no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes. O procedimento foi acompanhado por técnicos da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) e agentes da Polícia Federal (PF).

Após o desembarque, as doses do imunizante foram escoltadas pela Polícia Federal e transportadas até o Centro de Processamento Celular (CPC) da Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam), local que oferece acondicionamento da vacina em freezer científico com temperaturas a -86ºC, onde foram contabilizadas e armazenadas.

De acordo com a FVS-AM, o público-alvo a receber as vacinas será definido conforme as diretrizes definidas pelo Ministério da Saúde, e de acordo com as etapas de vacinação concluídas no Amazonas.

Esquema vacinal 

Segundo a FVS-AM, as vacinas Pfizer possuem um esquema vacinal de duas doses, com intervalo de 12 semanas (3 meses). Devido à campanha contra a influenza, o Ministério da Saúde orienta um intervalo de 14 dias entre a vacinação da Covid-19 e da influenza. O órgão reforça a importância de priorizar a vacina contra o novo coronavírus.

Doses aplicadas 

Dados parciais do Programa Nacional de Imunização, da FVS-AM (PNI/FVS-AM), apontam que 1.173.079 doses foram aplicadas em todo o Estado até terça-feira, 25, sendo 742.892 de primeira dose e 430.187 de segunda dose. A informação está disponível no site da FVS-AM por meio do https://bit.ly/3uj6Xys.

As informações consolidadas pela FVS-AM são das secretarias municipais de saúde, responsáveis pela operacionalização da imunização contra Covid-19 em suas cidades.