Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
24 de julho de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Com informações da assessoria

MANAUS – O ex-secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo, disse, hoje, na CPI da Pandemia do Senado, que o governo federal mandou para o Estado, no primeiro pico da pandemia em 2020, respiradores de uso veterinário, inadequados para tratamento da Covid-19.

Ele disse que o Ministério da Saúde, na gestão do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, enviou cerca de 80 respiradores, ainda em abril, período em que o Amazonas vivia o primeiro pico da pandemia de Covid-19. Desse total de respiradores enviados, dez eram de uso veterinário, disse o ex-secretário.

O ex-secretário presta, nesta terça-feira, um dos depoimentos mais esperados na CPI da Pandemia, principalmente para esclarecer sobre investimentos estaduais e federais para enfrentar a pandemia, além do abastecimento de oxigênio.

Mais informações em instantes