Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
25 de junho de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Com informações do O Globo

RIO – A Pfizer ofereceu vender ao Brasil vacinas contra a Covid-19 pela metade do preço Estados Unidos, Reino Unido e União Europeia, mas a oferta foi recusada pelo Governo Bolsonaro. Segundo o depoimento à CPI do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, o governo qualificou a proposta da Pfizer como “agressiva”, apontou entraves em cláusulas do contrato e disse ter considerado muito elevado o preço de US$ 10 por dose. EUA e Reino Unido pagaram cerca de US$ 20 pelas doses da Pfizer.

Os dois países já imunizaram mais de 40% da população com duas doses de várias vacinas. Na União Europeia, as doses do laboratório norte-americano custaram US$ 18,60. A comparação dos valores das doses de vacinas foi publicada pela “Folha de S. Paulo”.

Consideradas caras em agosto de 2020 pelo então ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, até 70 milhões de doses da Pfizer poderiam ter sido entregues a partir de dezembro por US$ 10 cada, valor que acabou sendo aceito  meses depois ainda na gestão de Pazuello. Com o atraso nos contratos, as primeiras doses da Pfizer chegaram ao Brasil só em abril, oito meses depois da primeira oferta.