Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
16 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Via Brasília – Da Cenarium

Adiamento

A equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, está negociando diretamente com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AM), uma data, provavelmente na semana que vem, para a realização da comissão-geral para que Guedes dê explicações sobre a sua offshore Dreadnoughts. Na noite de ontem, o ministro pediu aos presidentes de duas comissões que adiassem a audiência conjunta que seria realizada nessa quarta-feira, 10, às 10h, com o mesmo objetivo.

Cenário ideal

Consta que o cenário ideal para Guedes é comparecer ao plenário e falar a todos os deputados uma única vez sobre a sua offshore, evitando duplo desgaste. Nessa terça-feira, 8, durante a votação do segundo turno da PEC dos Precatórios, deputados cobraram de Arthur Lira uma data dessa audiência com o ministro da Economia.

Moro se justifica

Quem já se explicou sobre seus negócios nebulosos foi o ex-juiz Sérgio Moro que, em ato de filiação do Podemos, justificou seu trabalho numa empresa de compliance no exterior dizendo que precisava trabalhar e que resolveu ingressar na política para ajudar o País. A ausência de políticos relevantes na cerimônia evidencia a dificuldade que terá para fazer alianças.

Real politk

Para sua candidatura à Presidência ganhar fôlego, Moro terá que apresentar mais do que ideias de combate à corrupção, mote do qual se serviu quando ainda era juiz. A falta de apoio técnico o fez anunciar a primeira medida de seu hipotético governo: criar uma força-tarefa de combate à pobreza. Força-tarefa pode ter funcionado na Lava Jato, mas, na real politik de Brasília, isso é sinônimo de discurso, e não de trabalho com objetivo definido de fato.

Grupo de trabalho

Arthur Lira disse que vai criar um grupo de trabalho para buscar um texto que atenda ao nível de transparência que o STF pede para as emendas de relator. Velha raposa da política, o ex-governador Leonel Brizola dizia que a melhor maneira de não fazer nada quanto a um impasse é criar um grupo de trabalho. Pelo sim, pelo não, o seu vice, o deputado Marcelo Ramos (PL-AM), já apresentou projeto de resolução para definir ampla publicidade à origem, objeto e destino do chamado “orçamento secreto.”

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.