Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
19 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Com informações da assessoria

MANAUS – O Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio Machado realizou, no último fim de semana, a primeira cirurgia endoscópica para o tratamento de hidrocefalia obstrutiva. O procedimento inédito na rede estadual de saúde foi realizado em um paciente do sexo masculino, de 32 anos, que segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital recebendo acompanhamento médico.

A neuroendoscopia pode ser aplicada para ressecção de tumores cerebrais e também para o tratamento da hidrocefalia, doença na qual ocorre o acúmulo de água dentro da cabeça. Ela acomete crianças e adultos, e as principais causas são: congênitas, infecções, sangramentos e tumores.

A cirurgia consistiu na inserção de um endoscópio (uma câmera), por meio de um pequeno orifício no crânio, sendo um procedimento minimamente invasivo e de curta duração, conforme explicou a neurocirurgiã e coordenadora da Clínica Neurocirúrgica do Amazonas, Cecília Grangeiro.

“A endoscopia tem a vantagem de tratar a hidrocefalia sem que um material estranho tenha de ser colocado dentro do organismo. O paciente já vinha sendo acompanhado, já estava internado e já tinha feito outros procedimentos para tratar a hidrocefalia, mas que não tiveram êxito e com essa cirurgia diferente e inédita terá o tratamento adequado”, disse.

A médica frisou que a cirurgia endoscópica assegura aos pacientes menor tempo de internação e torna o período de recuperação mais rápido. ”É uma cirurgia com menor risco para o paciente. Tecnologia de neurocirurgia que vem sendo utilizada bastante nas regiões Sul e Sudeste e começamos a fazer agora a cirurgia endoscópica no Amazonas, adotando todos os protocolos de segurança”, afirmou.

O diretor do HPS João Lúcio, Daniel Castro, ressaltou que a unidade hospitalar dispõe de centro cirúrgico e de equipe treinada no Estado para ampliar a capacidade de oferta deste procedimento.

Pós-operatório

O paciente segue internado na UTI em recuperação, sendo acompanhado pela equipe médica do hospital referência em neurocirurgia no Amazonas. Após a cirurgia, ele passou por uma nova tomografia do crânio, realizada nessa segunda-feira 15, e está com quadro clínico estável.