Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
28 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml
Com informações da assessoria do Ibama

BRASÍLIA – Uma operação do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), realizada na quinta-feira, 30, a partir de denúncia feita pelo Comitê Indígena de Roraima, resultou na suspensão da atividade de aplicação aérea de agrotóxico no entorno da Terra Indígena Serra da Moça, em Roraima. O Ibama também emitiu dois autos de infração, totalizando R$ 103 mil, devido a impactos que a aplicação irregular pode causar na saúde da população.

A partir de vistoria prévia no local e de informações coletadas junto aos indígenas, o Ibama identificou as lavouras que realizavam a aplicação do agrotóxico e os seus responsáveis. Também foi constatado que a aplicação estava contrariando as normas que regulam a atividade de aplicação aérea de agrotóxicos.

No local foi constatado que as lavouras eram localizadas a menos 250 metros das comunidades indígenas. Segundo a Instrução Normativa Mapa nº 02/2008 a aplicação de agrotóxicos por aviões aeroagrícolas não pode ocorrer a menos de 500 metros de povoados, cidades ou vilas, bem como não pode ser realizada a menos de 250 metros de qualquer moradia. As aeronaves agrícolas não podem sobrevoar áreas povoadas.