5 de março de 2021

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – Uma teoria sobre um possível “pacto satânico” da cantora Karol Conká, participante do Big Brother Brasil 21 (BBB) da Rede Globo, ganhou repercussão nessa quinta-feira, 11, após vários internautas relacionarem, de forma cômica, o fato da rapper ser a nova líder da semana após vencer uma prova de sorte na segunda rodada.

A prova de sorte, na qual seria definido como vencedor quem escolhesse a palavra “otimismo”, foi apontada como manipulação pelos internautas. O desafeto do público, surge após Karol se envolver em diversas acusações e polêmicas sobre racismo, intolerância religiosa e abuso psicológico.

Veja também: Internauta elabora ‘teoria satanista’ sobre cantor Gusttavo Lima e viraliza na Web

“Cara. Não é possível. Essa mina [menina] tem pacto. O País não tem paz. Vai se lascar, Karol Conká”, disse o digital influencer Gabriel Vaquer, em uma publicação no Twitter. Já uma outra internauta disse que nem assiste ao programa de TV, mas que ouviu o grito de indignação da mãe por conta do BBB. “Gente, não é possível. Essa Karol Conká só pode ter pacto com o [Diabo], credo”,

Internautas criticam cantora nas redes sociais (Reprodução/Twitter)

Veja outros comentários sobre Carol Conká:

Apesar de todo esforço dos internautas para provar o “pacto”, não há qualquer relação ou declaração explícita do cantora Karol Conká sobre envolvimento com seitas ocultistas.

Abuso e tortura psicológica

A cantora curitibana Karol Conká tem sido fortemente criticada nas redes sociais por sua postura no reality show, principalmente, pelas suas “explosões” durante desavenças na casa. Nas redes sociais, usuários chegaram a pedir expulsão da sister apontando “abuso e tortura psicológica” contra o ex-participante Lucas Penteado, além de acusações de xenofobia por comentários sobre Juliette.

Com a repercussão negativa das atitudes da rapper, festivais de música de Pernambuco e do Rio de Janeiro cancelaram a participação de Conká. Segundo o site especialista em famosos, Holofote de TV, a cantora também perdeu parcerias com a emissora paga GNT e com a marca de cosméticos Avon, referência em produtos de beleza no Brasil.

Vilipêndio religioso

Junto com o cantor Projota, o comediante Nego Di e psicóloga Lumena, Karol Conká foi denunciada pelo coordenador-geral da Articulação Amazônica dos Povos e Comunidades Tradicionais de Terreiro de Matriz Africana (Aratrama), pai de santo Alberto Jorge Silva, na última terça-feira, 9, ao Ministério Público Federal (MPF) por ridicularização e vilipêndio da sacralidade/religiosidade de matriz africana.

Post do pai de santo Alberto Jorge sobre denúncia protocolada no MPF. (Reprodução/Facebook)

Segundo o pai de santo, os participantes tecem comentários desrespeitosos sobre Xangô, entidade que controla a justiça, raios e o trovão, segundo a tradição Umbanda. A manifestação contra os artistas e a psicóloga foi inscrita sob o número 20210012118 e solicita investigação, apuração e instauração de processo criminal por vilipêndio religioso.

“Eles falam sobre Xangô falando ‘xangozada’, uma gozada de Xangô ou algo semelhante bagunçado com aquele rapaz que saiu do Big Brother [Lucas Penteado] que não aguentou a pressão e saiu. O que esses participantes pretos estão fazendo é um crime. É isto que eu estou denunciando”, disse Alberto Jorge ao site PweNews.

Assista ao vídeo

(Reprodução/BBB)