28 de fevereiro de 2021

Com informações da Revista Fórum

RIO DE JANEIRO – Um pastor identificado como Gledson Lima da igreja evangélica Tenda dos Milagres gravou a si mesmo quebrando peças sagradas do Candomblé, dizendo que tomou a atitude “em nome de Jesus”. Além disso, afirmou que estava desfazendo uma “maldição”.

O caso ocorreu em Belford Roxo, no Rio de Janeiro, de acordo com reportagem de Louise Queiroga, no Extra. O babalorixá Natan de Oxaguiã, do Ilê Àsé Babá Min Okan Fun Fun, registrou ocorrência na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi).

Violência

“Os alimentos nos alguidares, as bebidas são oferecidos como presentes, em agradecimento à ancestralidade, portanto, são sagrados. A postura dele acaba por exercer influência diante de outros, que não conhecem a religião e não aprendem a respeitar”, disse, em entrevista ao Extra.

O babalawô Ivanir dos Santos, interlocutor da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR), também repudiou a ação do pastor. “Até quando? O que ainda precisa acontecer para frear atos como esses? Estão mexendo com nosso sagrado. De onde vem toda essa violência?”, questionou.