Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
29 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Priscilla Peixoto – Da Revista Cenarium

MANAUS- A Organização Não Governamental (ONG) Hermanitos promoveu, recentemente, um curso voltado para o empreendedorismo para imigrantes venezuelanos em Manaus. Um dos principais focos da ação é agenciar o crescimento de iniciativas empreendedoras.

A atividade atua em parceria com a La Fundación Panamericana para El Desarrollo (Fupad), com o apoio do Escritório de População, Refugiados e Migração (PRM). O curso teve duração de 16 dias e, por conta da pandemia, foi realizado de forma totalmente online.

Para a idealizadora do projeto, Marília Costa, a jornada traz aprimoramento e pequenas, porém, necessárias melhorias para os participantes. “Esperamos que, por meio dos conhecimentos compartilhados, os integrantes realizem pequenas melhorias, e aprimorem as diversas áreas do negócio. É um processo que vai além dessas duas semanas da Jornada pois continuamos oferecendo suporte e acompanhamento”, pondera Marília.

Um dos principais focos da ação é agenciar o crescimento de iniciativas empreendedoras.(Reprodução/Internet)

Acompanhamento

O ensino vai além das aulas online e conta com um processo de acompanhamento com três principais intuitos, que fazem parte do programa Integrando Horizontes da Fupad: Conhecimento da situação atual da empresa (diagnóstico); Análise do negócio (problemas, oportunidades e necessidades), além de proposta e implementação de melhorias.

Para a imigrante venezuelana e participante da jornada, Samantha Elena, as informações partilhadas fizeram todo o diferencial em seu no seu negócio e ressalta que já está obtendo retorno. “Estou muito grata por todas as trocas das aulas, criei uma página no Facebook e estou recebendo uma receptividade muito boa do público”, destaca a empreendedora.

Sobre o Hermanitos

A associação tem como principal objetivo promover iniciativas de acolhimento e melhoria da qualidade de vida dos imigrantes venezuelanos em Manaus, por intermédio de sua inserção no mercado local de trabalho e a promoção de sua dignidade como seres humanos. Saiba mais sobre a ONG, por meio do link.