Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
26 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Da Redação Cenarium

Morreu na manhã deste sábado, 25, o jornalista Roberto Araújo do Santos, de 69 anos, vítima da Covid-19. Ele já estava internado com quadro avançado da doença no Hospital Pronto-Socorro 28 de Agosto.
O jornalista atuou principalmente cobrindo notícias de esporte no Amazonas, em diversos veículos de comunicação. Neste sábado, as mortes causadas pelo novo Coronavírus chegaram a 285 no Estado.

Conhecido pelos colegas de profissão como “repórter furacão”, Araújo deixou esposa, três filhos e um neto. O jornalista estava aposentado pela Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM). Antes disso, passou por empresas como TV e jornal A Crítica, TV Amazonas, por exemplo.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Amazonas divulgou nota de pesar, em nome da categoria, nas redes sociais. Segundo a entidade, Araújo era “dono de uma personalidade alegre, era conhecido pelo jeito brincalhão e extrovertido; pelo companheirismo no ambiente de trabalho”, diz trecho do texto.

“Aos familiares e amigos, nosso sentimentos e condolências e desejo de que ele possa seguir em paz”, finalizou a nota. Nas redes, amigos e colegas de profissão desejaram condolências à família. “Deus conforte o coração da família. Trabalhamos juntos… Oremos pelo universo amigos”, descreveu um dos comentários.