Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
18 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Priscilla Peixoto e Marcela Leiros – Da Revista Cenarium

MANAUS – “Tenho às vezes vontade de ser novamente um menino, na hora do meu desespero gritar por você. E pedir que me abrace e me leve de volta pra casa, que me conte uma história bonita e me faça dormir”. Esta frase repleta de memórias e amor é apenas um trecho da canção “Lady Laura”, gravada pelo cantor Roberto Carlos, em 1976. A música é até hoje umas das canções mais significativas, envolta de afetividade e marcada na memória dos brasileiros.

A canção feita para homenagear a mãe do cantor, Laura Moreira Braga, acabou se tornando um hino, abraçando com carinho as demais mamães do País. Na data em que se comemora o Dia das Mães, o significado deste hino de amor e gratidão se torna ainda mais relevante, ressaltando o elo eterno entre mães e filhos.

Roberto Carlos ao lado da mãe chamada carinhosamente de ‘Lady Laura’ (Reprodução/Internet)

Além de acolhida pelo público, a letra e melodia rende críticas positivas sob o olhar de artistas que, assim como Roberto Carlos, possuem a sensibilidade no criar, ouvir, cantar e compor. Para o compositor e cantor amazonense Enéas Dias, por exemplo, “Lady Laura” tem uma representação de grande importância na relação maternal, trazendo vivências, lembranças de momentos simples, porém marcantes e essenciais no desenvolver do ser humano.

“Lady Laura mostra a intimidade e as vivências de Roberto com a mãe, que muito se assemelha com as nossas vivências, em especial com as minhas. Tenho, inclusive, uma filha que canto para ela essa canção, minha “baby Laura”. A arte é instrumento de comunicação fundamental para nossas vidas, usada pelos artistas para nos dar as mais variadas emoções. Essa canção em especial, nos leva a viver ou reviver esses momentos tão importantes que partilhamos com nossas mães, mulheres, pais que são mães, avós que são mães também, emanando o amor mais forte e puro que existe”, avalia o compositor.

Poesia do amor

Para quem é filho, a letra da canção já desperta as lembranças de amor e carinho maternos vividas na infância. Mas para quem é mãe, este hino reforça o sentimento, a beleza e pureza do amor forte e inexplicável despertado pelo maternar. Para a artista plástica Rosa dos Anjos, mãe de quatro filhos, ‘Lady Laura’ é uma poesia arrebatadora.

“Para mãe não existe nada no mundo que possa ser mais importante que o filho. Se a gente tiver que subir uma montanha, a gente sobe, se tiver que nadar um oceano, a gente nada, porque é muito forte, ser mãe não dá para explicar, é uma coisa inexplicável de onde vem esse sentimento incondicional. Um filho quer ficar perto de sua mãe, quer beijar sua mãe, que abraçar sua mãe. E isso que me faz ver a poesia e beleza de Lady Laura. Lady Laura é simplesmente a poética do amor, da beleza, da pureza, da segurança e da paz”, lembra a artista.

Rosa ainda reforça o desejo de, ao ouvir a música, voltar para a segurança do colo da mãe. “Eu como artista e como mãe só me faz sentir o desejo de um filho, de ser afagado carinhosamente de forma sincera e voltar para dentro do ventre, para segurança da não responsabilidade, de poder estar no colo da sua mãe sem se preocupar com nada. Porque isso que é ser um filho, ser cuidado, ser colocado para dormir, ser feito cafuné, dado um banho”, conta a artista.

Cumplicidade e gratidão

Junto da capacidade de trazer à lembrança todos os bons momentos vividos ao lado das mães, a música de Roberto Carlos fala sobre cumplicidade e principalmente gratidão. O próprio cantor costumava relembrar a relação de amizade e companheirismo que tinha com a mãe.

“A minha mãe sempre esteve muito comigo, quando eu era menino, eu ia à missa com minha mãe. Ela era costureira, trabalhava em casa, então estava sempre com ela, sempre conversando muito com ela”, dizia o cantor em entrevistas à imprensa.

Este sentimento é compartilhado pelo cantor e compositor amazonense Mencius Melo. Para ele, esse clássico da música brasileira é a expressão maior do sentimento de gratidão não só a Laura, mãe de Roberto Carlos, mas a todas as mães.

“É um clássico da música brasileira. Eu vejo na letra dele uma gratidão enorme. O Roberto foi muito feliz e eu acho que a música é a gratidão que toda mãe quer do filho. Para mim é um hino de gratidão”, disse o artista.

Sobre Lady Laura

Laura Moreira Braga nasceu na cidade de Mimoso do Sul, interior do Estado do Espírito Santo. Casada com o relojoeiro Robertino Braga, trabalhou muitos anos como costureira e morava em Mimoso com o marido. Alguns anos depois de casados e já com três filhos, o casal se mudou para Cachoeiro de Itapemirim, também no Espírito Santo, onde nasceu Roberto Carlos, o último filho do casal.

Apesar de ter se tornado conhecida no Brasil pela canção “Lady Laura”, ela sempre teve uma vida muito discreta com os quatro filhos: Roberto Carlos, Lauro Roberto, Carlos Alberto e Norma. Tocava violão na adolescência e foi ela quem, em 1954, matriculou Roberto Carlos no Conservatório de Música de Cachoeiro, onde ele aprendeu os primeiros acordes musicais.

Ela morreu devido a uma pneumonia aos 96 anos, em 17 de abril de 2010, dois dias antes de Roberto completar 69 anos de idade.

(Reprodução/Youtube)

Leia a letra da música na íntegra:
Tenho às vezes vontade de ser
Novamente um menino
E na hora do meu desespero
Gritar por você
Te pedir que me abrace
E me leve de volta pra casa
Que me conte uma história bonita
E me faça dormir
Só queria ouvir sua voz.
Me dizendo sorrindo:
Aproveite o seu tempo
Você ainda é um menino
Apesar da distância e do tempo
Eu não posso esconder
Tudo isso eu às vezes preciso
Escutar de você
Lady Laura, me leve pra casa
Lady Laura, me conte uma história
Lady Laura, me faça dormir
Lady Laura
Lady Laura, me leve pra casa
Lady Laura, me abrace forte
Lady Laura, me beije outra vez
Lady Laura
Quantas vezes me sinto perdido
No meio da noite
Com problemas e angústias
Que só gente grande é que tem
Me afagando os cabelos
Você certamente diria:
Amanhã de manhã
Você vai se sair muito bem
Quando eu era criança
Podia chorar nos seus braços
E ouvir tanta coisa bonita
Na minha aflição
Nos momentos alegres
Sentado ao seu lado sorria
E nas horas difíceis podia
Apertar sua mão
Lady Laura, me leve pra casa
Lady Laura, me conte uma história
Lady Laura, me faça dormir
Lady Laura
Lady Laura, me leve pra casa
Lady Laura, me abrace forte
Lady Laura, me beije outra vez
Lady Laura
Tenho às vezes vontade
De ser novamente um menino
Muito embora você sempre ache
Que eu ainda sou
Toda vez que te abraço
E te beijo sem nada dizer
Você diz tudo que eu preciso
Escutar de você
Lady Laura, me leve pra casa
Lady Laura, me conte uma história
Lady Laura, me faça dormir
Lady Laura
Lady Laura, me abrace forte
Lady Laura, me faça dormir
Lady Laura, me beije outra vez
Lady Laura
Lady Laura, Lady Laura, Lady Laura
Lady Laura, Lady, Lady, Lady Laura, Lady Laura