22 de janeiro de 2021

Gisele Coutinho – Da Revista Cenarium

MANAUS – Há exatamente 29 anos, o cantor Freddie Mercury nos deixava. O músico, que se tornou mundialmente famoso por ser vocalista de uma das maiores bandas de rock da história, a Queen, carrega fãs no mundo inteiro que, até hoje, nunca superaram a sua morte.

Freddie faleceu aos 45 anos, em 1991, vítima de pneumonia, em decorrência do HIV. Na véspera da sua morte, o artista ainda deixou uma carta ao mundo falando a respeito da doença e de como nunca havia falado nada sobre para manter a privacidade, uma vez que ainda não possuía nenhum tipo de tratamento.

“Após enormes especulações na imprensa durante as últimas semanas, eu gostaria de confirmar que testei positivo para HIV e tenho AIDS. Eu achei que seria correto manter essa informação como algo privado até hoje para proteger a privacidade daqueles ao meu redor. Entretanto, chegou a hora para que meus amigos e fãs ao redor do mundo saibam da verdade e eu espero que todos se juntem a mim, aos meus médicos e às pessoas no mundo todo que lutam contra essa terrível doença. A minha privacidade sempre foi muito especial para mim e eu sou famoso pela minha falta de entrevistas. Por favor entendam que essa política irá continuar sendo assim”.

Freddie Mercury, 23, de novembro, de 1991

Sucesso ultrapassa gerações

O Relações Internacionais Rafael Marques, de 28 anos, conta à REVISTA CENARIUM que é fã de Queen desde os seus 15 anos. Para ele, Freddie Mercury foi um grande artista. “Ele era a head [cabeça] da banda. Ele passava todas as questões da vida dele, vida amorosa, fazia músicas que falava sobre solidão, tristeza e alegria. Poucos dos meus amigos conheciam a banda, mas, por ser tão atemporal, suas músicas estavam sempre em comerciais, programas de TV, Fórmula 1, campeonato de futebol europeu”, diz Rafael.

Ele ressaltou ainda que a banda deixou um legado incrível. “Atualmente não ouço a composição nova. Tem a grande voz do Adam Lambert, mas prefiro ficar com os discos que mudaram a geração de jovens do século passado, que ainda é tão jovem”.

Rafael Marques ao lado da sua coleção de DVDs da Banda Queen (Arquivo Pessoal)

Freddie Mercury deixou um legado imortal, as músicas do Queen em sua voz são inesquecíveis e frequentemente são consideradas as melhores da história do rock.

Assista a alguns dos clipes mais famosos de Freddie Mercury:

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.