Leilão virtual de obras de arte com inspirações amazônicas vai ajudar povos originários

Priscilla Peixoto – Da Revista Cenarium

MANAUS – Artistas grafiteiros e grafiteiras amazonenses vão realizar, de 27 de abril a 3 de maio, o “Leilão Projeta Amazônia”. O evento traz obras com inspirações amazônidas e visa a reverter toda a renda arrecadada em doação para instituições dos povos originários com projetos voltados à defesa e manutenção da Amazônia. Nesta 1ª edição do leilão, a iniciativa agraciada será a “Cozinha Boca da Mata”, projeto social e comunitário que oferta refeições gratuitas semanalmente no Parque das Tribos, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus .

O leilão que será realizado de modo virtual pelo perfil de um dos artistas participantes do projeto @alessandro.hipz, é um extensão da iniciativa “Projeta Amazônia” que divulga e valoriza a arte de grafiteiros e grafiteiras amazonenses e ressalta a importância para com os cuidados voltados ao meio ambiente e fortalecimento da rede de proteção à Amazônia.

“É um desdobramento desse Projeta Amazônia, ação de arte urbana, tecnologia e meio ambiente. Serão leiloadas 7 obras que foram pintadas exclusivamente para o projeto e vamos destinar toda a renda para a entidade ‘Cozinha Boca da Mata’. Toda vez que realizarmos o Projeta, teremos um leilão para contribuir com alguma instituição, mas por hora, não temos uma data definida para o próximo leilão” conta Alessandro Hipz.

Participação

De acordo com o artista, durante o leilão virtual todas as obras ficarão disponíveis e devidamente enumeradas por uma semana. O valor inicial da cada lance será de R$ 500,00, caso o maior lance seja dado por compradores locais (Manaus), a pintura será entregue na casa do comprador. No caso da obra ser arrematada por alguém de outro estado, o frete ficará por conta do comprador.

“Em um post terá todas os registros dos quadros numerados de 1 a 7. Basta comentar marcando a obra e o lance. Por exemplo, se você se interessar pelo quadro de número 5, é só digitar lá: Obra 05/ R$500,00 e se ninguém cobrir seu lance a obra é sua”, explica o grafiteiro.

Mosaico das obras que estarão disponíveis para o leilão (Reprodução/ Instagram)

Artistas e obras do leilão

Além do muralista e grafiteiro Alessandro Hipz, com obra inspirada em uma indígena originária do Norte do Amazonas do território do Vale do Javari, o leilão traz trabalhos em telas de artistas como o manauara Adonay Garcia, que teve como inspiração o seu João, o próprio pai com traços legítimos de um amazônida.

O grafiteiro e artista visual formado em design gráfico, André Hulk também participa do evento online. André traz para as telas o pequeno Guerreiro Mepawerucu Indígena da Etnia Tikuna, focando na representatividade dos povos originários. A artista visual, arte-educadora e empreendedora Hadna Abreu participa do leilão com o trabalho intitulado, “Sobre_Viver”, no qual mostra um bebê envolvido em uma planta trepadeira encolhido e lutando pela vida.

A Luta é o nome dado para o trabalho do grafiteiro que se apresenta como Chico1304, nascido no Rio de Janeiro, mas criado em Manaus desde os primeiros anos de vida, o artista imprime na pintura que vai a leilão a luta diária pela preservação da Amazônia. A artista manauara Mia Montreal retrata a indígena amazonense Samela Awiá do povo Sateré-Mawé. A figura pintada por Mia é ativista ambiental e atuante na lutas dos movimentos indígenas.

Com a obra “Clarividência” a artista que se apresenta como Thaizis foca em trabalhos inspirados no universo feminino e na natureza. A tela de Thaizis, é inspirada na deusa-mãe natureza e representa o poder feminino no estado mais profundo e elevado.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO