31 de outubro de 2020

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC

Mencius Melo – Da Revista Cenarium

MANAUS – Uma live vai reunir alguns dos principais líderes religiosos do Amazonas em torno de um assunto comum: o turismo. As problemáticas da pandemia e as diretrizes para reativar a economia serão debatidas no encontro virtual programado para este domingo, 27, a partir das 16h.

Estarão presentes o pároco da Igreja de São Sebastião, Frei Paulo Xavier; o líder da Articulação Amazônica do Povos de Matriz Africana (Aratrama), Pai Alberto Jorge, e a representante da Catedral de Manaus, Lilian Mendonça, além do Dj Evandro Jr, incentivador de eventos na capital amazonense.

Exemplo de tolerância. Em Manaus, o povo dos terreiros faz parte dos festejos em homenagem a São João Batista, na igreja que leva seu nome (Reprodução/Aratrama)

De acordo com Alberto Jorge, a iniciativa tem um objetivo claro. “Vamos discutir sobre diversos aspectos, a falta que uma política pública voltada para o turismo religioso faz para a economia do Amazonas”, adiantou o líder religioso. Para ele, o estado perde por não ter um plano que favorece a exploração de um segmento altamente rentável.

“Se formos olhar o mapa das grandes festas no Brasil, veremos que o Amazonas desperdiça um enorme potencial”, criticou Alberto. “Aqui temos bens materiais e imateriais que se bem explorados podem render economicamente e muito para todo o Amazonas”, destacou.

Procissão Fluvial de São Pedro nas águas do Rio Negro em Manaus. Exemplo de evento que pode ser incentivado para alavancar o turismo do Estado (Reprodução/Marinha do Brasil)

Patrimônio

Pai Alberto Jorge acentua que não é por falta de materialidade que o Amazonas deixa de figurar no mapa brasileiro de grandes eventos religiosos. “Temos um acervo patrimonial fantástico. Temos, só para se ter uma ideia, o segundo quilombo urbano do Brasil. Temos uma das maiores procissões fluviais do mundo, que é a procissão de São Pedro”, elencou.

“Procissão essa que caiu no gosto do Papa João Paulo II que, à época em viagem ao Estado, declarou que no Amazonas se encontrava o ‘maior altar de Deus’, que é o encontro das águas, isso ele falou ao participar da procissão fluvial de São Pedro em 1980”, recordou o religioso.

O sacerdote ainda destaca outros grandes eventos do Amazonas. “Temos a Festa de Santo Antônio de Borba, a Festa de Nossa Senhora do Carmo em Parintins e o terceiro maior festival de Iemanjá, que acontece em Manaus”, citou Pai Alberto. “E com tudo isso não potencializamos absolutamente nada”, lamentou.

O gigantismo dos artesãos e a devoção do povo parintinense fazem da festa de Nossa Senhora do Carmo um dos maiores eventos religiosos do Norte do Brasil (Reprodução/DeAmazônia)

Personalidades da cena religiosa de Manaus, protagonistas de iniciativas afirmativas junto à sociedade, os debatedores querem sensibilizar o poder público e a sociedade. “Podemos fazer a diferença e valorizar nossa história, não podemos deixar que isso não seja explorado. Não podemos deixar, por exemplo: que a torre da igreja de São Sebastião desabe”, convocou Alberto Jorge.

Exemplos Brasil afora

Muitas são as cidades que exploram com competência o turismo religioso. Em Salvador, o misticismo dos terreiros e casas de axé se junta ao sincretismo típico do Brasil, com dezenas de igrejas católicas que são alvo de adoração tanto de cristãos quanto do povo da Umbanda e do Candomblé.

No Rio de Janeiro existe quase que a mesma herança. Em Minas Gerais, o triângulo mineiro com suas cidades recheadas de igrejas barrocas e obras de Aleijadinho são um roteiro irresistível. Em São Paulo encontra-se o santuário nacional da padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida.

Exemplo de boa iniciativa, a sinagoga Kahal Zur é uma das trações do turismo religioso do Recife, por ser a primeira sinagoga erguida nas américas (Reprodução/Nando Chiappetta)

Em Pernambuco existem as grandes igrejas sacras tanto no Recife quanto em Olinda. Aliás, no Recife se encontra a primeira sinagoga das américas, a Sinagoga Kahal Zur. No Maranhão estão templos preciosíssimos da cultura cristã e a base do Tambor de Mina, religião de matriz africana que tem seu braço em Manaus.

No Norte do País encontra-se a maior manifestação católica do mundo: o Círio de Nazaré em Belém do Pará. Na capital paraense encontram-se ainda o Museu de Arte Sacra de Belém e a Catedral de Santo Alexandre. Em Parintins, no Amazonas, acontece a artística festa em homenagem à Nossa Senhora do Carmo, evento que se utiliza dos renomados artesãos dos bois Garantido e Caprichoso.

Em Manaus são realizados a bela procissão fluvial de São Pedro e O Festival de Iemanjá, o terceiro maior do País, ficando atrás do evento realizado em Salvador (BA) e o de Santos (SP).  Ainda no Amazonas acontece a Festa do Santuário de Santo Antônio de Borba. Todos eventos de enorme potencial turístico.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.