Lula conversa com “mercado” na reta final e prevê medidas populares caso eleito

Luiz Inácio Lula da Silva (Arte:Mateus Moura)

Na dianteira das pesquisas de opinião, o ex-presidente Lula ficou irritado quando soube que Alexandre Padilha, um de seus interlocutores com o mercado, disse, em reunião no Banco XP, que o primeiro ano de um eventual mandato do petista seria de austeridade. Segundo fontes próximas, Lula não vai fazer loucuras na área fiscal, mas as prioridades no início do mandato serão o novo Bolsa Família de R$ 600, um adicional de R$ 150 por criança de até 6 anos e a retomada da política de aumento real do salário mínimo. Medidas populares no início do mandato buscam manter o apoio popular.

Sem media trainning

Assessores do presidente Jair Bolsonaro confirmam a ida do presidente ao debate, neste sábado,24, mesmo sem a presença do seu adversário direto, Lula. E dizem que ele recusou participar de qualquer media trainning, apesar da equipe ter tentado mostrar ao presidente a necessidade de discutir pontos a serem abordados no debate e as estratégias para ele se safar das armadilhas. Isso porque, se Lula não for mesmo ao debate, Bolsonaro, naturalmente, vira alvo predileto dos demais candidatos. Há preocupação do pessoal de campanha das explosões de Bolsonaro e dos recorrentes ataques a jornalistas.

Sem federais

A menos de dez dias das eleições, quatro de cada dez eleitores brasileiros ainda não definiram em quem votarão para deputado federal, revela pesquisa do Instituto Opinião, encomendada pelo portal Congresso em Foco. Segundo o levantamento, apenas 28% dos entrevistados escolheram seu candidato à Câmara com mais de um mês de antecedência. Outros 18% o fizeram apenas nos 15 dias anteriores à eleição. A pesquisa também revela que é tímido o acompanhamento da atividade parlamentar: 64% afirmam não se recordar do nome do candidato em que votaram em 2018.

PUBLICIDADE

Enxugando gelo

Boa parte dos eleitores assistiu, nos últimos dias, na mídia, o presidente Jair Bolsonaro discursar na Inglaterra e supostamente utilizar uma viagem oficial como propaganda política. Também nesta semana, o TSE gastou boa parte de seu tempo decidindo quais imagens, dos principais candidatos à Presidência, poderiam ou não aparecer no horário eleitoral. Em que pese a nobre missão de cuidar para que os programas de TV não fiquem desequilibrados, a Corte não consegue, e sequer tem planos, para impedir o fluxo de informação e desinformação que jorra nas redes sociais.

Amazonas preto

Cultura, educação, saúde, regularização fundiária, políticas públicas para a juventude e para as mulheres, meio ambiente e espiritualidade afro-brasileira. Esses foram os principais temas tratados por 70 quilombolas do Amazonas reunidos no Quilombo do Sagrado Coração de Jesus do Lago de Serpa, localizado em Itacoatiara, que reúne 140 famílias os direitos das comunidades remanescentes no Brasil. O quilombo amazonense é certificado pela Fundação Cultural Palmares, voltada para promoção e preservação da influência negra na formação da sociedade brasileira.

PUBLICIDADE

O que você achou deste conteúdo?

Compartilhe:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.