Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
23 de abril de 2021

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC
Acompanhe nossas redes sociais

Marcela Leiros – Da Revista Cenarium

MARCELA – O terceiro e último dia da Sabatina Técnica da REVISTA CENARIUM com os candidatos à reitoria da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) acontece nesta quinta-feira, 4, com o professor Marco Antônio Mendonça. Assim como os dois outros programas, a íntegra estará disponível na TV CENARIUM, a partir das 21h.

A sabatina tem duração de 30 minutos, sendo formada por especialistas em administração, direito, economia e meio ambiente que questionam os candidatos sobre as ações, caso o postulante seja eleito para o quadriênio (2021-2025). A iniciativa visa auxiliar estudantes e professores a decidir o próximo gestor na eleição prevista para os dias 10 e 11 de março.

Perfil

Marco Antônio Mendonça possui graduação em Agronomia pela Ufam, mestrado em Ciências de Florestas Tropicais pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) e doutorado em Agronomia Tropical também pela Ufam.

Atualmente é diretor da Faculdade de Ciências Agrárias – FCA e professor associado da Universidade onde ministra as disciplinas Topografia e Topografia Agrícola na modalidade presencial e Topografia Básica na modalidade a distância.

É pesquisador colaborador do Inpa e tem experiência na área de Ciências Agrárias com ênfase em Organização Social Para a Produção, atuando principalmente nos seguintes temas: agricultura familiar, sistemas de produção, educação popular, energização rural e conservação e manejo dos recursos naturais.

Marco Mendonça concorre como postulante à reitoria da Ufam na Chapa 21 UFAM+, ao lado do professor Raimundo Ribeiro Passos.

Sabatina Técnica

A Sabatina Técnica com os candidatos à reitoria da Ufam iniciou na terça-feira, 2, com o atual gestor da Universidade, Sylvio Puga. Nessa quarta-feira, 3, a sabatinada foi a professora Andrea Waichman.

Os candidatos apresentaram propostas para desenvolver pesquisas no momento em que o governo federal congelou as verbas da educação por 20 anos, volta às aulas durante a pandemia e a atuação da instituição no interior do Amazonas.