Militar, ex-presidente do ICMBio diz ter recebido demissão com ‘espanto e indignação’

Da Revista Cenarium*

O coronel Homero de Giorge Cerqueira, exonerado da presidência do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, divulgou uma mensagem para amigos, na qual diz que recebeu a notícia de sua demissão com “espanto e indignação”.

“É com espanto e indignação que fui informado de minha exoneração do cargo de presidente do ICMBio”, diz o coronel, afirmando que dará sua “mensagem verdadeira” sobre a situação. “Nunca pedi para ocupar este cargo e aceitei o convite como um desafio, não pedi para sair, fui surpreendido. Foi uma missão dada é cumprida com o melhor de mim”, escreveu.

Ele conclui afirmando que agradece a toda equipe do ICMBio de diretores, técnicos e administrativos pelo trabalho e empenho em suas funções. “Finalizo está etapa fortalecido. Sigo em frente para novas missões. Família, Força e honra por um Brasil melhor”, conclui.

Desgaste

O desgaste entre o ministro Ricardo Salles e Cerqueira já ocorria havia alguns meses. Para além da gestão do coronel à frente do ICMbio, Salles se incomodava com sua exposição, vista por ele como “excessiva”, que chegou, inclusive, a ter seu nome cotado para assumir o ministério, em meio à crise constante vivida pelo governo na área do meio ambiente.

Exoneração

A exoneração de Cerqueira está publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 21. A portaria é assinada pelo ministro chefe da Casa Civil da Presidência da República, Walter Souza Braga Netto.

O coronel foi nomeado em abril de 2019 como presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).O instituto é vinculado ao Ministério do Meio Ambiente e integra o Sistema Nacional do Meio Ambiente (Sisnama)

O ICMBio executas ações do Sistema Nacional de Unidades de Conservação, podendo propor, implantar, gerir, proteger, fiscalizar e monitorar as unidades de conservação instituídas pela União.

(*) Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO