Ministro do Turismo anuncia investimentos de R$ 40 milhões no Pará

Ao centro, o Ministro do Turismo, celso Sabino, na Caravana Federativa (Secom/PA)
Da Cenarium*

BELÉM (PA) – Para fortalecer a cooperação entre o governo federal, Estados e municípios, o ministro do Turismo, Celso Sabino, desembarcou nesta quinta-feira, 4, em Belém do Pará, para participar da Caravana Federativa. Durante a cerimônia de abertura do evento, o ministro anunciou investimentos para a melhoria da infraestrutura turística no estado, que somam quase R$ 40 milhões.

Os recursos beneficiarão diversas cidades, tanto em equipamentos turísticos locais quanto nas áreas de hotelaria, transporte e comércio, como bares e restaurantes. A 11ª edição da Caravana Federativa promovida pela Casa Civil, no Pará, atenderá os 144 municípios paraenses. O ministro Celso Sabino anunciou as principais entregas da Pasta para impulsionar o turismo no estado.

“Hoje, aqui, temos uma grande equipe do governo federal para anunciar importantes entregas para o estado, que é porta de entrada da Amazônia e receberá, no próximo ano, o maior evento mundial para a discussão das mudanças climáticas: a COP 30. Para impulsionar o turismo local estamos anunciando o investimento de R$ 40 milhões para ações com foco na melhoria da infraestrutura turística de diversos municípios do Pará”, afirmou.

PUBLICIDADE

Com investimentos do Ministério do Turismo de R$ 10,7 milhões, os municípios de Belém, Breu Branco, Pacajá, Paragominas, Santarém, Vigia e Magalhães Barata receberão obras de construção de praças, revitalização e urbanização de orlas, construção de pórticos, entre outras melhorias de infraestrutura turística. As ações beneficiarão a população paraense, além de turistas nacionais e estrangeiros.

O ministro assinou, ainda, um repasse de financiamento de mais de R$ 27 milhões, por meio do Novo Fundo Geral de Turismo (Fungetur), para a construção de um hotel no município de Castanhal, com foco na COP30, maior evento de discussão da mudança climática que promete movimentar o estado, em novembro de 2025.

O setor de transporte e de bares e restaurantes do Pará também receberá investimentos: serão mais de R$ 1,1 milhão em operações de crédito. Todos esses recursos são do Novo Fungetur, linha de financiamento do Ministério do Turismo, operado no estado pelo Banco do Estado do Pará (BanPará) e pelo Banco da Amazônia (Basa).

No final do evento, o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, destacou a importância da Caravana Federativa, mostrando a integração do governo para levar mais serviços ao estado. “Brasília, o governo federal, está esses dois dias integralmente aqui em Belém do Pará, com mais de 30 ministérios aqui presentes, com técnicos, diretores, gente que decide e tá ali para receber os prefeitos, o secretários, os gestores municipais para resolver problemas de convênios ou alguma dúvida que tenha em relação a benefícios para nós darmos todo esse apoio”, afirmou.

Mais ações

Em outra frente, um Grupo Interinstitucional foi criado para realizar um diagnóstico da região turística do Baixo Tapajós, incluindo informações sobre a oferta turística atual e o potencial turístico da região. A intenção é que o comitê, formado por diversos órgãos dos governos federal e estadual do Pará, possa elaborar o Plano de Desenvolvimento do Turismo Sustentável para o Baixo Tapajós, contendo diretrizes, metas, ações, estrutura de governança e estimativa de impacto orçamentário para implementação das ações.

A Caravana

A Caravana Federativa é uma atividade itinerante que percorre diversos estados brasileiros, com o objetivo de aproximar órgãos federais de gestores municipais. O objetivo é manter todos informados sobre ações, programas e recursos disponíveis para atender às necessidades das comunidades locais em cada estado do país.

Além do Ministério do Turismo, a Caravana contou com a presença de representantes de outros ministérios e de órgãos federais que puderam apoiar os gestores com maior celeridade na resolução de questões, dúvidas, repasse de recursos para os municípios e atendimentos nas diversas áreas, como assistência social, educação, saúde, habitação, infraestrutura, dentre outras.

Leia mais: Ministério do Turismo tem mais de 200 vagas abertas em cursos profissionalizantes
(*) Com informações da Assessoria
PUBLICIDADE

O que você achou deste conteúdo?

Compartilhe:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.