Morto há 14 anos, Michael Jackson será julgado por abuso sexual

Michael Jackson (Jim Ruyman-Pool/Getty Images)
Da Revista Cenarium*

MANAUS – O cantor Michael Jackson, morto em 2009, será julgado sob a acusação de ter molestado sexualmente o coreógrafo Wade Robson quando este ainda era uma criança. O tribunal do Estado da Califórnia aceitou o caso submetido pelos advogados da acusação.

De acordo com o coreógrafo, Jackson teria cometido o crime quando ele tinha entre 7 e 14 anos, dentro do rancho Neverland onde o cantor morava. O processo havia sido arquivado em 2021.

O cantor Michael Jackson, morto em 2009 – Carl de Souza/AFP

O processo de Robson é movido contra a MJJ Productions, empresa responsável por gerenciar o espólio do artista. A defesa de Jackson argumentou que a companhia não teria poder legal de defender a vítima ou qualquer pessoa do cantor, alegando ainda não ter controle deste.

PUBLICIDADE

Ainda que um juiz tenha aceito o argumento, a corte de apelações da Califórnia agora entrou em desacordo com o veredito, e enviou o processo de novo para a fase de julgamento.

Além de Wade Robson, James Safechuck move um processo similar contra a MJJ Productions, mas este no momento aguarda avaliação de uma apelação. Ele também acusa o cantor de o ter molestado na infância.

As histórias das acusações de Robson e Safechuck foram tema do documentário “Deixando Neverland”, lançado em 2019 pela HBO. Os dois foram liberados pela justiça americana para processar a MJJ Productions em 2020, e desde então suas ações tramitam nos tribunais.

(*) Com informações da Folhapress

PUBLICIDADE

O que você achou deste conteúdo?

Compartilhe:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.