Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
6 de dezembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – Uma denúncia de não fornecimento de merenda escolar para alunos de uma escola indígena de Juruá (a 672.14 quilômetros de Manaus), virou alvo de investigação do Ministério Público Federal do Amazonas (MPF-AM). O órgão instaurou um inquérito civil para apurar o caso, nessa semana.

De acordo com a portaria nº 27, de 20 de julho de 2020, publicada no Diário Oficial do MPF da quinta-feira, 24, e assinada pela procuradora da República, Júlia Rossi de Carvalho Sponchiado, a denúncia aponta ainda o não fornecimento de material escolar. Os alunos afetados são do povo Madjá Kulina.

Júlia Rossi considerou a necessidade de coletar novas provas quanto aos fatos de um procedimento preparatório, instaurado a partir de representação da Coordenação Regional do Alto Solimões, em desfavor da Secretaria Municipal de Educação de Juruá.

Resposta

A REVISTA CENARIUM buscou contato com o município por meio da Associação Amazonense dos Municípios (AAM), que repassou o número telefônico do representante da cidade em Manaus, José Roberto Damasceno.

Damasceno, por sua vez, disse à reportagem que a demanda será analisada pela prefeitura para que possa ser respondida. A REVISTA CENARIUM aguarda retorno.

Confira o inquérito civil: