26 de novembro de 2020

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC

Da Revista Cenarium*

SÃO PAULO – Levantamento feito em parceria pelo Itaú Cultural e o Datafolha revelou detalhes sobre os novos hábitos do consumo virtual de cultura dos brasileiros, peculiaridades provocadas pela pandemia e o isolamento social. As informações são da Revista Veja.

Segundo o estudo, a música disparou como a mais consumida de forma on-line: 84% dos entrevistados que acessam a internet escutam canções pela rede. Em segundo lugar, ficaram os filmes e séries, com 73%, seguido, em terceiro, por shows virtuais, assistidos por 60%. Na outra ponta, aparece a leitura de livros digitais (38%), jogos eletrônicos (34%), webinars (32%), atividades infantis (28%), podcasts (26%), espetáculos de teatro (21%) e visitas a museus e exposições (17%).

A pesquisa também revelou que as pessoas que já tinham hábitos parecidos de forma presencial, repetiram a experiência no mundo virtual. Caso de espectadores que assistiram a filmes on-line na quarentena, e foram ao cinema nos 12 meses anteriores à pesquisa, representando 87% dos entrevistados. Em contrapartida, a experiência de ir a um museu, por exemplo, se mostrou um hábito mais comum presencialmente do que no mundo virtual: 36% dos entrevistados foram à uma exposição antes da pesquisa contra os 17% que acessaram uma mostra de forma on-line.

(*) Com informações da Revista Veja

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.