Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
18 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Com informações do O Globo

MANAUS – A enrolada negociação entre Ministério da Saúde e a empresa Precisa Medicamentos para a compra das vacinas Covaxin reacendeu a ideia de convocar José Levi, ex-advogado-geral da União, à CPI da Covid.

Vice-presidente do colegiado, Randolfe Rodrigues quer que o ex-AGU seja convocado como testemunha.

Ele alega que Levi estava no cargo entre abril de 2020 e março de 2021, período em que foi assinado contrato entre o Ministério da Saúde e a empresa Precisa Medicamentos, para compra das fabricadas pelo laboratório indiano Bharat Biotech.

Para Randolfe, Levi tem de explicar qual foi a atuação da AGU no processo e na assessoria ao Ministério da Saúde e à Presidência da República.