Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
24 de outubro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Priscilla Peixoto – Da Revista Cenarium

CALIFORNIA – A provedora californiana global de filmes e séries de televisão via streaming,  Netflix, vai doar R$ 3 milhões ao Fundo de Amparo aos Profissionais do Audiovisual Negro (Fapan). A verba vai ajudar artistas negros brasileiros independentes.

Cerca de 857 profissionais livres e 275 representantes legais de empresas vocacionais devem ser favorecidos com o recurso oriundo da própria empresa. As inscrições, para quem deseja ser contemplado, iniciam no próximo dia 21 de março, Dia Internacional Contra a Discriminação Racial.

Momento certo

Devido à pandemia, o cenário artístico em todo mundo não é dos melhores e, em se tratando do Brasil, a situação ainda é pior. O audiovisual está praticamente parado e as verbas mínimas. Para o sócio e diretor da Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro, Rodrigo Antônio, a doação veio em boa hora e vai garantir que muitos artistas continuem produzindo suas artes.

“Palavras como diversidade e representatividade não dão mais conta da multiplicidade da negritude. Nossas histórias são urgentes, ao passo em que mais pessoas querem se ver refletidas em diferentes telas”, declarou o diretor em comunicado à iniciativa positiva da Netflix.

A plataforma Netflix vem desde o ano passado se comprometendo em auxiliar a comunidade negra e sua arte com o enfoque em gerar oportunidade e incentivo ao mercado cinematográfico. Até o momento, R$ 2 milhões foram doados não só para a Fapan, como ao Instituto Criar, Instituto Querô e Instituto Nicho 54. Esse último voltado a programas de mentoria e capacitação.