Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
26 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
Priscilla Peixoto – Da Revista Cenarium

MANAUS – A Associação de Mães Heroínas (AMH) em Itacoatiara, no Amazonas (distante 207 quilômetros de Manaus), está buscando apoio com doações para atender a demanda e garantir o funcionamento das atividades desenvolvidas com foco na Pessoa com Deficiência (PcD), entre eles, autismos, hidro e microcefálicos, cadeirantes, Síndrome de Down e outros.

A iniciativa sem fins lucrativos existe há seis anos e atende cerca de 200 pessoas (crianças,adultos e idosos) que precisam de ajuda e cuidados especiais. De acordo com a vice-presidente da Associação, Lorena Moncayo, itens como cesta básica, Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e roupas para a realização do bazar são elementos de grande serventia e principal necessidade no momento.

“Nossa necessidade maior agora é a alimentação, carne, frango, ovos. Os EPIs, pois precisamos para fazer a assepsia de pessoas acamadas, pessoas que têm diabetes, com ferimentos expostos e a carência é gritante. Por isso, precisamos desses equipamentos para proteção, enquanto cuidamos do próximo”, explica a vice-presidente.

Voluntários e apoio

Atualmente, Lorena explica que há poucos voluntários para auxiliar nas demandas tanto burocráticas quanto nos atendimentos mais específicos. Ela também fala sobre a falta de apoio e parceria para manter o funcionamento do projeto.

“Precisamos de recursos e parcerias para continuar nosso trabalho. Conseguimos fechar algumas parcerias aos poucos, mas não temos muito apoio. O que nos ajuda muito são as ações solidárias e pessoas físicas que conhecem nosso trabalho e querem contribuir de alguma forma. Por isso, as doações são tão importantes. Por exemplo, uma roupa que vendemos por um preço de R$ 5,00 já ajuda para contribuir com a gasolina do profissional que vai atender nas casas essas pessoas”, explica a vice-presidente.

Doações de alimentação são essenciais para a associação (Reprodução/Instagram)

Atendimentos e cadastros

Além da cidade de Itacoatiara, os atendimentos são realizados também nos ramais. Para ter os cuidados da associação, é preciso fazer um cadastro apresentando um laudo identificando qual a patologia para que sejam prestados os cuidados necessários.

De acordo com Lorena, há casos de mães que, ao menos, sabem o problema de saúde do filho. “Nos ramais encontramos mães que não têm muitas condições e acesso a serviços básicos, algumas não sabem ler e não têm o laudo médico, nesses casos ajudamos a tirar o documento e prosseguimos de acordo com a necessidade”, revela.

Profissionais como médicos, enfermeiros e tratamentos psicossociais, fisioterápicos são oferecidos aos pacientes. Para os que desejam realizar doações aqui em Manaus podem procurar as responsáveis pelo projeto, por meios dos números e (Whatsapp): (92) 98846-7367/ 99523-5089. Para quem preferir doar os valores em dinheiro, o PIX disponível é: 738.270.452-15. A outra alternativa é a vaquinha virtual, basta clicar no link https://vaka.me/2138488.

“Demanda é grande, mas se focarmos nesses três pontos: comida, materiais de proteção e itens para o bazar, já coopera demais conosco. Estamos na luta para melhorar e ampliar nossos serviços, mas, por hora, é o que temos para oferecer. Quem quiser ser voluntário ou doar, será muito bem-vindo, contamos com essas iniciativas e de Deus”, finaliza.

Nome: Associação de Mães Heroínas

Doações necessárias: cesta básica, EPIs, objetos ou roupas para o bazar

Como doar: entrar em contato pelos números (92) 98846-7367/ 99523-5089

Valores em dinheiro: PIX 738.270.452-15 ou acessando a Vaquinha virtual.