No Pará, PF e PRF apreendem carga de minério avaliada em R$ 3 milhões

Rômulo D’Castro – Da Revista Cenarium

ALTAMIRA (PA) – Uma carga com 22 toneladas de Cassiterita – minério abundante no Norte do País -avaliada em mais de 3 milhões de reais foi apreendida pelas polícias Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF), nessa segunda-feira, 21. O produto valioso estava em um caminhão abordado no quilômetro 985 da BR-163, em Santarém, região Oeste do Pará. 

Durante abordagem, procedimento padrão em rodovias federais, os agentes identificaram uma série de irregularidades, como explicou, em site oficial, a assessoria de comunicação da Polícia Rodoviária do Pará.

“As equipes solicitaram documentos e notas fiscais da carga, que ao serem apresentados, demonstraram diversas inconsistências e indícios de falsificação”, afirma a nota repassada à imprensa. 

Caminhão transportava o minério pela BR-163, em Santarém (Foto: PRF)
Caminhão transportava o minério pela BR-163, em Santarém (Foto: PRF)

Escolta irregular

Ainda segundo a assessoria da PRF, “além disso [do minério], foi verificado que havia a presença de uma empresa de escolta armada para realizar a segurança do transporte da carga, o que motivou a verificação da documentação necessária para esse tipo de atividade”.

Os agentes identificaram a ausência de documentos necessários para a escolta com uso de armas de fogo. “Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao responsável da empresa transportadora do minério, bem como apreendidos o minério de Cassiterita, as armas utilizadas na escolta e o caminhão transportador”. 

Para armazenamento e transporte do minério é necessário documento específico dos órgãos de licenciamento ambiental e exploração de minerais.

O caso foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil de Santarém. Os responsáveis pela carga de minério e pela empresa de escolta armada poderão responder pelos crimes de Documento Falso e Transporte Ilegal de Minério. 

Minério estava armazenado em sacos dentro do caminhão (Foto: PRF)
Minério estava armazenado em sacos dentro do caminhão (Foto: PRF)

O que é Cassiterita?

Matéria-prima do Estanho, a Cassiterita é usada na fabricação de latas de conserva, condicionadores de ar e radiadores. Também é da Cassiterita que se extrai bronze para fabricação de esculturas e sinos.

Cassiterita se transforma em matéria-prima diversa (Foto: Reprodução)
Cassiterita se transforma em matéria-prima diversa (Foto: Reprodução)

Mais da metade desse mineral explorado no Brasil é encontrado nos Estados do Amazonas e Rondônia, responsáveis por mais de 70% da produção nacional, segundo relatório do Governo Federal, que pode ser acessado aqui. A nível global, a China possui as maiores mineradoras de Cassiterita do mundo. 

Pelo valor e alta aceitação no mercado, o minério do qual deriva o Estanho é alvo de atividades ilegais nos quatro cantos do mundo. No Brasil, as principais ocorrências estão concentradas nas áreas que mais produzem a Cassiterita, Amazonas e Rondônia. Como esses Estados se ligam a outros por rios e rodovias, a apreensão de cargas com irregularidades não é rara, como a efetuada nessa segunda-feira, 21.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO