25 de fevereiro de 2021

Com informações da UOL

A ASA (Advertising Standards Authority), órgão regulador das propagandas do Reino Unido, decidiu que a partir de agora influenciadores não poderão mais utilizar filtros considerados “enganosos” em anúncios de beleza.

A nova norma determina que os filtros não devem ser usados nos posts patrocinados voltados para os cuidados com a pele. Ou seja, influencers, atrizes e modelos não poderão usar recursos que alteram a tonalidade ou a textura da pele quando estiverem produzindo os anúncios.

Qualquer post que violar essas regras será removido da rede social e proibido de aparecer novamente nas plataformas. Já foram identificadas infrações em posts relacionados ao bronzeamento, nos quais o órgão considerou que os anúncios “exageraram de forma enganosa os efeitos que o produto foi capaz de alcançar”. Nos países, grupos de mulheres ativistas comemoraram a decisão.