24 de outubro de 2020

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC

Mencius Melo – Da Revista Cenarium

MANAUS – Indígenas da etnia Kokama ocupam há uma semana a base do Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI) em Manaus. Acampados provisoriamente há uma semana, eles pintaram o corpo em forma de protesto e pedem melhorias na saúde indígena e mudança na direção do orgão. De acordo com a reportagem da Band, o movimento é formado por homens e mulheres dispostos a protestar.

Segundo o líder Kandiru, na base do DSEI foram encontrados equipamentos sucateados como carros, motocicletas, além de cartões do SUS que segundo eles, deveriam ser entregues aos indígenas nas aldeias do alto e médio Solimões. Aos gritos de “Sesai queremos saúde, queremos justiça, queremos mudança!”, protestavam.

Ainda segundo Kandiru, o descaso prejudica as populações indígenas daquela região do Amazonas. “Esses veículos aqui parados poderiam estar fazendo um apoio nas nossas aldeias e esse cartões (do SUS), nunca que chegam nas nossas portas. Nunca recebemos um documento como esse daqui (cartão SUS)”, lamentou.

Mulheres no protesto  

Outra liderança a protestar foi a indígena Nelma. “A gente fechou mês passado a Casai em Manicoré, porque eles estavam nos dando água com bolacha, não tinha alimentação, não tinha remédio. Nós somos gente também, não somos bichos”, disparou. ‘O que muda entre nós e os brancos, é que nós falamos outra língua”, declarou Nelma.

Outro que também engrossou o coro foi o cacique Kokama, Xina. “Primeiro que eles nos acusaram de baderneiros, depois disseram que nós não éramos indígenas e que estamos querendo nos passar por indígenas”, criticou. “A gente está para o diálogo, estamos aqui para fazer acordo no que for bom para nós”, adiantou.

De acordo com os líderes, as conversações não andaram porque o representante da Funai no Amazonas, está com Covid-19. Mas, por enquanto, os indígenas não pretendem desocupar o local. Eles seguem gritando palavras de ordem. “Pedimos socorro da ministra Damares em prol de saúde”, disse as mulheres da etnia Kokama.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.