6 de março de 2021

Com informações da assessoria

MANAUS – A presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Amazonas (OAB-AM), Grace Anne Benayon, encaminhou ofício ao governador de São Paulo, João Dória (PSDB), requisitando urgentemente o cumprimento da promessa de envio de 50 mil doses da vacina Coronavac ao Estado amazonense.

Veja também: ‘Efeito David Almeida’: escândalo dos ‘fura-filas’ faz São Paulo suspender vacinas para Manaus

No documento, Grace destaca que o Amazonas se encontra em situação de calamidade com alto índice de mortalidade, a presença de uma nova variante do vírus e o grave déficit de equipamentos e insumos necessários ao combate da pandemia.

Nesta semana, Dória anunciou que havia desistido de enviar as doses da vacina ao Amazonas, sob a alegação de que estava ocorrendo falta de planejamento na vacinação e também por conta da investigação iniciada pela Justiça Federal. A vacinação ficou suspensa por apenas por dois dias, tendo sido retomada sob forte vigilância dos órgãos de fiscalização.

O envio das doses ao Amazonas foi anunciado em 17 de janeiro pelo próprio governador João Doria. As vacinas eram para que os profissionais de saúde fossem imunizados, independentemente da cota reservada ao Estado no Plano Nacional de Imunização (PNI).

“Nosso pedido é para que o governador João Doria cumpra urgentemente o plácido humanitário prometido, de forma a promover uma melhoria das condições sanitárias do Estado do Amazonas, além de contribuir para diminuir a disseminação da nova cepa pelo resto do país”, destacou a presidente da ordem no Amazonas.

Grace Benayon salientou ainda que houve uma promessa de Doria que, até o momento, não foi cumprida. Para ela, essa postura de recuo com a ajuda não está ajudando o Estado, conforme prometido. “Precisamos salvar inúmeras vidas, salvar o comércio, a indústria e queremos saber quando essas vacinas vão chegar”, destacou Grace.

Conforme dados do vacinômetro da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), no Amazonas, mais de 172 mil pessoas já foram vacinadas, sendo a cidade de Manaus com aproximadamente 100 mil pessoas imunizadas, marca que deverá ser alcançada nos próximos dias.