Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
26 de julho de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Por Carla Bastos – Da Revista Cenarium

MANAUS – Associação Zagaia Amazônia lançou exposição intitulada ‘Olhares Tumbira’, sob a ótica fotográfica de 12 jovens da comunidade ribeirinha, localizada a 64 quilômetros de Manaus, situada dentro da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Negro. O elóquio está em cartaz no Centro Cultural Palácio da Justiça, zona Sul da capital, das 9h30 às 15h, de terça ao sábado, com entrada gratuita. A inauguração aconteceu no dia 19 de junho e durará três meses para visitação.

A realização do evento é por meio do Prêmio Feliciano Lana da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, com recursos do Governo Federal, pela Lei Aldir Blanc. A exposição tem o objetivo de propiciar à juventude de Tumbira, o acesso a técnicas e ferramentas, tanto da fotografia quanto de mídias sociais, resgatando o registro da comunidade por meio do ângulo dos jovens.

Jovens participantes da Comunidade Tumbira no Palácio da Justiça (Divulgação/Ribamar Xavier)

De acordo com Ricardo Tavares, vice-presidente da Associação Zagaia Amazônia, a exposição ‘Olhares Tumbira’ permitiu que os comunitários jovens da Comunidade viessem até Manaus e percebesse todo o potencial da sua cultura e do seu olhar para a floresta.

Luana Vieira, idealizadora do projeto, falou sobre a iniciativa tomada para solicitar a oficina de fotografia à Associação Zagaia, também disse que não esperava que essa oportunidade chegasse. “No início fiquei sem esperança porque nunca pensei que um sonho pudesse ser realizado assim”, concluiu.

Para Jeferson Rodrigues, também participante do projeto que com satisfação externou alegria em poder participar do projeto cultural agregando conhecimento a respeito da sua comunidade ribeirinha.

Para pôr em evidência a identidade cultural da Comunidade Tumbira, foram ofertados aparelhos celulares Samsung A31, pelo projeto Oficina de Fotografia e Mídias Digitais, da Associação Zagaia Amazônia, contemplado pela Lei Aldir Blanc do Governo Federal.

Para a visitação é necessário realizar o agendamento pelo Portal da Cultura https://sistemas.cultura.am.gov.br/sigec/agendamentoEspacos/create. Ou pelo e-mail: [email protected], telefone: (92) 3248-1844. O local possui acessibilidade para cadeirantes e acompanha todos os protocolos de segurança em prevenção à Covid-19.

Oficina fotográfica atrai público jovem (Divulgação/Ribamar Xavier)

Projetos da Associação Zagaia Amazônia

A Associação Zagaia Amazônia é uma entidade sem fins lucrativos que desenvolve projetos e presta serviços na área de Economia Criativa com foco nas expressões culturais, artesanato, arte popular e festa popular. Além disso, visa estimular e desenvolver projetos com foco para Artes Visuais, Audiovisual Cinema, Televisão e Propaganda. A Zagaia Amazônia, necessita de ajuda financeira para continuar existindo e dando seguimento em seus projetos com responsabilidade. No qual, tem o propósito de trabalhar com projetos nas áreas de design, cultura, inovação, artesanato, gastronomia e turismo.

​A Zagaia Amazônia possui 11 projetos atuantes na região amazônica. Dentre eles estão: Artesanato do Baixo Rio Negro, Núcleo de Arte e Cultura Indígena de Barcelos (Nacib), Empoderamento Feminino, Brasil Original Amazonas, Diálogos Criativos – Negócios Sustentáveis na Amazônia, Empreendedorismo Indígena nas Américas (Fibea), Cápsula Empreendedora, Economia Verde: Implicações Legais e Institucionais (Lige), Native, – Associação dos Artesãos Indígenas de São Gabriel da Cachoeira (Assai), Sustentabilidade e Acessibilidade (Sudi) e Wits.

Serviço:

Exposição fotográfica “Olhares Tumbira”.

Disponível para visitação: de terça a sábado, de 9h30 às 15h.

Local: Centro Cultural Palácio da Justiça (Avenida Eduardo Ribeiro, nº 901 – Centro).

Realização: Associação Zagaia.

Entrada gratuita