Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
19 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Com informações da assessoria

MANAUS – O governador Wilson Lima (PSC) esteve, nesta sexta-feira, 12, nos municípios de Itamarati e Eirunepé, na calha do rio Juruá, para coordenar, pessoalmente, ações humanitárias da ‘Operação Enchente 2021’. Além da entrega de alimentos, água potável e outros itens a famílias dessas cidades, ele anunciou o início da liberação de crédito especial e do perdão de dívidas de financiamentos e a suspensão da cobrança da tarifa de água.

O governador Wilson Lima e sua equipe percorrem os locais mais afetados pela subida dos rios (Reprodução/Diego Peres – Secom)

Há duas semanas, o governador iniciou as ações para levar ajuda humanitária ao interior do Estado e percorreu os municípios de Boca do Acre e Pauini, na calha do rio Purus; e Envira, Eirunepé e Guajará, na calha do Juruá. Nesta sexta-feira (12/03), além de Itamarati, o governador e os servidores de secretarias que integram a operação retornaram a Eirunepé. A programação também inclui a ida aos municípios de Envira e Ipixuna.

“Este ano, as águas têm subido de uma forma muito significativa, muito além daquilo que era esperado. Nós vamos visitar quatro municípios para entregar o que as pessoas mais precisam neste momento, que é cesta básica, gás e madeira para levantar o assoalho das residências”, declarou Wilson Lima.

Defesa

Segundo a Defesa Civil do Amazonas, nessa etapa da operação, o Estado atenderá, em Itamarati, 2.732 pessoas, o equivalente a 683 famílias. São 488 cestas básicas; 488 kits de higiene; 49 kits dormitório com colchão, travesseiro e roupa de cama; 488 kits de higiene e 976 redes.

Uma das beneficiadas é Maria das Graças Lima, que recebeu alimentos não perecíveis. “Vai ajudar muito, alimento para os meus filhos. Estamos enfrentando, no momento, primeiro a pandemia, depois a enchente. Uma grande ajuda do governo, porque nesta época a gente está sem condições por causa da enchente e tudo fica difícil”, lamentou.

Foram entregues, ainda em Itamarati, 711 cartões do Auxílio Estadual, programa do Governo do Estado que destina R$ 600, divididos em três parcelas, para que famílias em situação de extrema pobreza possam comprar itens da cesta básica, além de materiais de higiene e limpeza.

Produção afetada

Maria Mondia Silva produz farinha, uma das atividades prejudicadas por conta da subida das águas acima do esperado. “É uma ajuda boa que fazem para gente. Itamarati está sofrendo bastante com a enchente, muita gente desabrigada, muita gente sofrendo. Afetou a produção de farinha, muita gente com roça dentro da água”, descreveu.

O governador Wilson Lima anunciou ainda a reforma da fábrica de farinha de Itamarati para incentivar a produção local. O gestor deu início à anistia de dívidas da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam). A medida alcança operações com recursos do Fundo de Micro e Pequenas Empresas e ao Desenvolvimento Social do Estado do Amazonas (FMPES) e beneficia produtores rurais, empreendedores e profissionais autônomos de municípios que já declararam Estado de Calamidade Pública ou de Emergência, por conta da enchente.

Para Envira, Ipixuna e Itamarati, a estimativa é anistiar mais de R$ 600 mil para o setor primário e mais de R$ 2,9 milhões para os setores secundário e terciário, totalizando mais de R$ 3,5 milhões, alcançando aproximadamente 690 operações.

Crédito

Wilson Lima anunciou que, para os municípios afetados pela enchente neste ano, a Afeam, em parceria com o Fundo de Promoção Social (FPS), disponibilizará também R$ 20 milhões para o Crédito Solidário, voltado à população em situação de risco social e que possui pequenos negócios.

Além de kits com produtos básicos, o governo lançou um pacote que prevê aporte financeiro e anistia de dívidas (Reprodução/Diego Peres – Secom)

Nos municípios de Envira, Ipixuna e Itamarati serão destinados R$ 800 mil do Crédito Solidário. O interessado pode acessar o valor máximo de R$ 2 mil, com taxas de juros de 0,5% ao ano e carência de 180 dias para começar a pagar em um prazo de 24 meses.

A Afeam também está destinando o Crédito Emergencial aos municípios afetados pela cheia. Nesta sexta-feira, 12, foi liberado R$ 539 mil para 73 empreendedores de Envira, Ipixuna e Itamarati. Em 2021, o número de beneficiados com essa linha de crédito nesses três municípios chega a 123, no total de R$ 822 mil. 

Isenção da cobrança de água

O governador e o presidente da Companhia de Saneamento do Amazonas, Armando do Vale, assinaram, nesta sexta-feira, ato que isenta a cobrança da tarifa de abastecimento de água nos municípios de Eirunepé e Itamarati por 90 dias e que beneficiará mais de 600 famílias. O benefício poderá ser estendido para outros 12 municípios onde a companhia atua, caso sejam prejudicados pela subida dos rios.

Em Eirunepé, o governador entregou 1.293 cestas básicas, 20 toneladas de alimentos e gás de cozinha. Wilson Lima também repassou ao município 180 doses de vacinas contra a Covid-19 e pediu ao prefeito que a campanha de imunização não seja suspensa.

“Esse é um apelo que eu faço a todos os prefeitos: que a vacinação da Covid-19 continue, apesar de toda essa dificuldade com logística, porque a dose contra a Covid é a arma mais poderosa que temos contra essa pandemia”, destacou o governador.

Em Eirunepé, o governo do Amazonas já entregou ajuda humanitária para 7.240 pessoas, atingidas pela enchente, o que corresponde a 1.810 famílias. Foram entregues, também, 1.293 kits de higiene, 129 kits dormitório com colchão, travesseiro e roupa de cama e 2.586 redes.