26 de novembro de 2020

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC

Luciana Bezerra — Da Revista Cenarium

MANAUS — O candidato à Prefeitura de Manaus e vereador, Chico Preto (DC), afirmou durante a Sabatina Técnica ‘Estúdio C’ da REVISTA CENARIUM, nesta terça-feira, 27, que os manauaras ainda não têm consciência ambiental, apesar de Manaus está localizada no centro da maior floresta Tropical do Mundo.

“Quem “pegar” a cidade de Manaus, terá muitos desafios pela frente. Principalmente, os relacionados ao meio ambiente. Já ouvi de amigos o seguinte: vocês moram no berço da floresta amazônica e não sabem cuidar dela como deveriam. Infelizmente precisei concordar. Ainda não temos a consciência daquilo que temos, que está embaixo dos nossos pés e está diante de nossos olhos”, frisa o candidato do DC.

No centro, o candidato Chico Preto responde as perguntas dos sabatinadores (Ricardo Oliveira/Revista Cenarium)

Questionado pelo diretor da Associação Conservação da Vida Silvestre (WCS), Carlos Durigan, sobre quais propostas faria em relação à conscientização da população sobre questões ambientais, Chico Preto destacou que se eleito pretende mudar o atual cenário da capital amazonense, que, segundo ele, está complexo. A ideia é implantar nas escolas públicas Olimpíada do Meio Ambiente todos os anos.

“Acredito muito na cultura e na formação de pensamento. Para isso, eu imagino uma olimpíada do meio ambiente nas escolas públicas, trabalhando questões primarias a partir do lixo, dos igarapés, anualmente, e não fazer uma palestra por ano. Desta forma, você vai incutindo novos hábitos na cabeça dos jovens da nova geração que talvez possa preservar melhor o ecossistema. Porque a nossa geração infelizmente falhou”.

O candidato destacou ainda que a cidade de Manaus tem potencialidade enorme na questão ambiental, do turismo de natureza e a Prefeitura pode incluir no roteiro turístico muitas áreas da cidade como Parque do Mindu, que está abandonado, a floresta Adolpho Duque, entre outras. “É preciso valorizar esse patrimônio que é o meio ambiente e precisa ser valorizado com racionalidade, para que a natureza possa se regenerar, dando exemplo para o nosso povo e o turista que chega na nossa cidade perceba o cuidado”.

O candidato do DC criticou também o aterro sanitário de Manaus, apontado por ele, como uma bomba-relógio. Segundo Chico Preto, as últimas administrações foram jogando lixo no local e não tomaram a iniciativa de criar uma outra alternativa fazendo parcerias com setores público-privado.

“O aterro sanitário de Manaus já deu. Queremos saber onde será instalado o novo aterro. Será em parceria com outro município? Esse é um desafio que, se o próximo prefeito não conseguir resolver, ele terá de apontar para um próximo que virá, uma solução sobre esse assunto”, conclui Chico Preto.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.