Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
15 de maio de 2021

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC
Acompanhe nossas redes sociais

Com informações do Estadão Conteúdo

O Oscar de curta de animação foi para “Se Algo Acontecer… Eu Te Amo”, de Will McCormack e Michael Govier. “Dedicamos o filme a todos os que perderam pessoas queridas pela violência com armas de fogo. Nós precisamos ser melhores”, disse o diretor McCormack.

Se Algo Acontecer… Eu Te amo (If Anything Happens I Love You, 2020)” é um curta-metragem animado da Netflix. Em apenas 12 minutos, a audiência é conduzida pelas tentativas que uma família faz para curar a ferida que nunca é totalmente cicatrizada, a perda de uma filha.

O tema, já muito pesado, se torna ainda mais difícil de abordar (e de digerir) quando levamos em consideração que a criança morreu vítima de um problema endêmico nos Estados Unidos, país de origem do filme: os tiroteios em escolas. 

Cerimônia

Neste domingo, 25, é realizada a cerimônia de entrega do Oscar 2021. Com a pandemia de coronavírus, que obrigou o mundo a adotar o isolamento social, o setor cultural teve de se adaptar rapidamente, como foi o caso das premiações. O Oscar não ficou de fora dessa nova ordem e precisou abrir mão do ritual que antecede a grande festa do cinema, como o tapete vermelho.

Dessa vez, a cerimônia é híbrida e com transmissão de vários locais, como o tradicional Dolby Theatre e também a Estação Ferroviária Central de Los Angeles.

Entre os indicados, destaque para Chadwick Boseman, que concorre a Melhor Ator por sua atuação em A Voz Suprema do Blues, junto com Viola Davis, que disputa a estatueta de Melhor Atriz pelo mesmo filme. Mas Anthony Hopkins brilha em sua atuação no filme Meu Pai e pode ficar com a cobiçada estatueta dourada.