24 de novembro de 2020

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – A Polícia Federal do Amazonas vai usar drones para fiscalizar as eleições municipais 2020. A iniciativa visa coibir e combater crimes eleitorais como boca de urna e transporte de eleitores. Em todo o País, serão mais de 100 aeronaves remotamente pilotadas com tecnologia de ponta para serem utilizadas em municípios estratégicos.

“Estaremos usando os drones de forma maciça, com a finalidade de captar imagens de pessoas que estejam envolvidas na prática de eventual crime eleitoral, como a boca de urna, transporte de eleitores ou compra de votos, que é a corrupção eleitoral”, disse Fábio Pessoa, delegado da Polícia Federal.

Fábio Pessoa, delegado da Polícia Federal (Lourenço Filho/ Revista Cenarium)

Os equipamentos conseguem sobrevoar até 60 metros de altura captando imagens de alta nitidez. De acordo com a PF, as câmeras dos drones são capazes de realizar zoom suficiente para identificar suspeitos, placas de veículos, entregas de santinhos e situações de compra de votos.

Após capturadas, as imagens serão transmitidas a uma equipe da Polícia Federal que estará preparada para monitorar toda as eleições e adotar as medidas cabíveis diante de atividades suspeitas. Desse modo, diante de algum flagrante de crime eleitoral, policiais se deslocarão, imediatamente, para o local indicado para prender os suspeitos, que serão conduzidos para a delegacia, onde serão tomadas as providências pertinentes.

Equipamentos possuem tecnologia de ponta (Bruno Pacheco/ Revista Cenarium)

O delegado enfatizou, ainda, que por conta da pandemia da Covid-19, a medida também visa possibilitar a presença física dos policiais e o contato social com a população. Segundo ele, os drones, que já estão sendo utilizados, também devem servir de suporte para outras diligências da Polícia Federal.

“Em qualquer diligência que tivermos de investigação, iremos poder utilizar essa aeronave. Só não devemos utilizar próximo aos aeroportos por conta da questão do espaço aéreo, mas em qualquer outro local, quando a Polícia Federal for fazer fiscalização, as ferramentas serão usadas se for necessário”, afirmou Pessoa.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.