Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
6 de maio de 2021

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC
Acompanhe nossas redes sociais

Com informações da CNN Brasil

SÃO PAULO – Mais de um mês fora da Saúde, o ex-ministro Eduardo Pazuello foi nomeado nesta sexta-feira, 23, para a Secretaria-Geral do Exército. O movimento deixa Pazuello mais perto de ocupar um cargo dentro do Palácio do Planalto.

Do ponto de vista administrativo, ele foi transferido da 12ª Região Militar, em Manaus, para Brasília. Como está na ativa, Pazuello tem que ficar “ligado” a algum órgão do Exército. Normalmente, militares que são nomeados para cargos fora da corporação ficam adidos à Secretaria-Geral do Exército.

A gestão turbulenta na Saúde criou resistências dentro do Exército para que ele não volte diretamente para a instituição.

Pazuello deve ocupar um cargo na secretaria-geral da Presidência da República, que funciona dentro do Planalto. O ex-ministro responde na Justiça por omissão na pandemia. A Advocacia-Geral da União (AGU) fará a defesa dele.

Nesta sexta, o ex-secretário-adjunto da Saúde, coronel Elcio Franco, que já era lotado em Brasília, foi nomeado para um cargo na Casa Civil, também no Planalto.