Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
23 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Luís Henrique Oliveira – Da Revista Cenarium*

MANAUS – Uma pesquisa divulgada nesse sábado, 31, pelo Instituto Datafolha comprovou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) é considerado por 46% dos entrevistados como ruim ou péssimo para o combate ao desmatamento na Amazônia.

De acordo com o levantamento, feito após entrevista com 1.524 pessoas acima de 16 anos, a avaliação é pior do que a do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e do vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB), chefe do Conselho Nacional da Amazônia Legal (CNAL).

A pesquisa foi registrada em todas as regiões, no período de 6 a 18 de agosto. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Segundo o levantamento, realizado em parceria com o Greenpeace Brasil, para 27% dos entrevistados, a atuação do presidente Bolsonaro é considerada ótima ou boa. Outros 25% classificam como regular e 2% não souberam responder.

Ainda segundo a pesquisa, 87% dos brasileiros consideram muito importante preservar a Amazônia e 93% afirmam ser possível ganhar dinheiro protegendo a floresta e incentivando atividades sem desmatamento.

(*) Com informações do Yahoo