PF confirma que pertences encontrados no Vale do Javari são de jornalista e indigenista desaparecidos no AM

Priscilla Peixoto – Da Revista Cenarium

MANAUS – O Comitê de Crise, coordenado pela Polícia Federal do Amazonas (PF-AM), confirmou, por meio de nota divulgada na noite deste domingo, 12, que os pertences encontrados na região do Vale do Javari são do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips, desaparecidos desde domingo, 5.

Na região onde se concentraram as buscas, foram encontrados objetos pessoais pertencentes aos desaparecidos, sendo 1 (um) cartão de saúde em nome do Sr. Bruno Pereira, 1 (um) calça preta pertencente ao Sr. Bruno Pereira, 1 (um) chinelo preto pertencente ao Sr. Bruno Pereira, 1 (um) par de botas pertencente ao Sr. Bruno Pereira, 1 (um) par de botas pertencente ao Sr. Dom Phillips e 1 (uma) mochila pertencente ao Sr. Dom Phillips contendo roupas pessoais”, diz trecho da nota obtida pela REVISTA CENARIUM.

Nota divulgada pela PF-AM (Divulgação)

Ainda segundo o documento, o Comitê de Crise, coordenado pela PF-AM, informou que a Operação Javari prosseguiu, nas últimas 24 horas, com a busca fluvial e com reconhecimento aéreo na região do Rio Itaquaí, na área onde foi encontrada uma outra embarcação.

Embarcação

No início da tarde deste domingo, 12, a assessoria jurídica na União dos Povos Indígenas Vale do Javari (Univaja) havia informado, por meio de nota, sobre o encontro de mais uma embarcação na Comunidade São Rafael, em Atalaia do Norte (1.136 quilômetros distante de Manaus).

O barco foi encontrado na região onde o indigenista e o jornalista foram vistos pela última vez, segundo a Univaja. “É uma segunda embarcação, tipo barco regional, conhecido como ‘motor de centro’ ou batelão“, disse o coordenador jurídico da Univaja, Eliésio Marubo, em complemento da nota que informou:

Nas proximidades do local foi encontrado uma embarcação que pode ser de propriedade do Sr. Amarildo da Costa Oliveira, conhecido como ‘Pelado, detido para investigação. A informação sobre a propriedade da embarcação ainda precisa ser confirmada pelos responsáveis pelas investigações“. destacou o texto.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO