Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
23 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Luís Henrique Oliveira – Da Revista Cenarium

MANAUS – Durante a terceira fase da Operação Nômade, da Polícia Federal, deflagrada na manhã desta terça-feira, 23, a Justiça Estadual no Amazonas expediu mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva e identificou lideranças da facção criminosa Comando Vermelho que estavam residindo na cidade do Rio de Janeiro.

Segundo a PF, era da capital fluminense que os suspeitos agiam ativamente na tomada de decisões da organização. Entre os presos encontra-se o principal líder da facção criminosa. “Três pessoas já foram presas, entre eles um homem apontado como a principal liderança da organização criminosa que comandava, do Rio de Janeiro, as ações criminosas da facção no Amazonas”, disse uma fonte policial que não teve o nome divulgado.

A investigação contou com o apoio de servidores da Secretaria de Administração Penitenciária do Estado do Amazonas (Seap) e de policiais do Comando de Operações Táticas da PF, da Delegacia de Repressão a Entorpecentes do Rio de Janeiro e do Grupo de Pronta Intervenção da PF no Rio. Os investigados poderão responder por organização criminosa e tráfico de drogas. A pena pode ultrapassar 20 anos de prisão.

Mais informações em instantes.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.