Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
29 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
Vanessa Taveira – Da Revista Cenarium

MANAUS – O período de cadastramento da nova funcionalidade bancária criada pelo Banco Central (BC), o Pix, começa nesta segunda, 5, para os futuros usuários da ferramenta. A inovação permitirá ao usuário transações bancárias em menos de 10 segundos. O sistema só entra em vigor no dia 16 de novembro, mas nesse momento, o primeiro passo é o cadastramento das ‘chaves’.

Com o Pix qualquer pessoa física ou empresa que tenha uma conta corrente, conta de depósito ou conta de pagamento pré-paga poderá realizar pagamentos de boletos, contas de água, luz, impostos ou compras. Ele será mais uma ferramenta do aplicativo bancário, onde o usuário poderá, de uma maneira simples, rápida e eficaz em qualquer hora do dia e da semana, fazer pagamentos, transferências, como DOC e TED.

Objetivos

A intenção é facilitar as transações, que já não precisarão de muitas informações, como número da conta, agência, CPF e nome, como é atualmente. O cadastro que começa hoje significa fazer o registro da “chave Pix”, que funciona como a identificação do usuário. Essa chave pode ser o número do telefone, CPF ou e-mail. É importante destacar que para cada conta bancária que o usuário possua, uma chave diferente precisa ser cadastrada.

O serviço Pix foi construído pelo Banco Central em conjunto com outras instituições do sistema financeiro, como bancos, fintechs e cooperativas. Mais de 600 instituições estão aptas a fazer o cadastro. Os bancos que possuem mais de 35 mil usuários são obrigados a cadastrar a ferramenta.

Como cadastrar

O registro das chaves será feito por um dos canais de acesso da instituição onde o cliente tem conta, seja aplicativo ou site. Para realizar esse cadastro, o cliente precisa confirmar a posse da chave e vincular à conta do Pix. Por exemplo, no caso do uso do e-mail ou do telefone celular como chave, o usuário receberá um código por SMS ou por e-mail que deverá ser inserido no aplicativo para confirmar sua identificação.

Segurança

O Pix só vai começar a funcionar no dia 16 de novembro. A fase de testes com um número limitado de usuários começa dia 3 de novembro.

Para evitar o golpe dos crimes cibernéticos, o Banco Central ressalta que essa identificação não é feita por ligação telefônica nem por link enviado por SMS ou por e-mail. Caso receba algum e-mail solicitando acessar algum link para cadastramento, é fraude.