Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
25 de junho de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Com informações da Polícia Civil do Estado de Rondônia

CACOAL (RO) – A Polícia Civil do Estado de Rondônia, por meio da 2ª Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco 2), deflagrou nesta sexta-feira, 11,  a Operação “Canaã”, que tem objetivo principal de desarticular uma organização criminosa dedicada à invasão de terras privadas na região de São Francisco do Guaporé (RO), a 604 quilômetros de Porto Velho.

Apurou-se que a organização mapeava as propriedades em lotes, realizava a invasão utilizando armamento de alta letalidade, além de oferecer cotas aos camponeses e investidores mediante pagamento pecuniário, veículos e armas, sob a promessa de legalização da posse após a tomada do local. O nome da operação faz referência a Canaã, a terra prometida citada na Bíblia. 

A organização mapeava as propriedades em lotes, realizava a invasão utilizando armamento de alta letalidade. (Polícia Civil/Rondônia)

Foram cumpridos 17 mandados de prisão temporária e 21 mandados de busca e apreensão em desfavor das principais lideranças e integrantes da organização criminosa, nas cidades de Porto Velho, Ji-Paraná, Seringueiras, Mirante da Serra, São Miguel do Guaporé e na cidade de Várzea Grande (MT).

A operação contou com o apoio do Governo do Estado de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), bem como da Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal (PRF), além de diversas unidades policiais do interior do Estado. 

Segundo o diretor-geral da Polícia Civil do Estado de Rondônia,  Dr. Samir Fouad Abboud,  “a Polícia Civil está atuando arduamente na resolução dos conflitos agrários”.