Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
28 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Com informações da RAI News

Cerca de mil ativistas que chegaram a Pádua, no Norte da Itália, para protestar contra a visita do presidente Jair Bolsonaro, na tarde desta segunda-feira, 1º,  foram reprimidos com força após tentarem romper o cordão de segurança e se aproximar da Basílica de Santo Antônio, onde se encontrava o dirigente brasileiro.

A polícia tentou parar a multidão com jatos de água, cassetetes, gás lacrimogêneo e cães de guarda. Uma manifestante foi presa. O acesso à igreja havia sido bloqueado pela polícia italiana. Após a confusão, a manifestação continuou com menos pessoas, mas seguiu pelas ruas nas imediações da igreja.

Segundo a organização do protesto, um outro manifestante havia sido atendido pelo serviço médico de ugência e levado para o hospital, mas a notícia não foi confirmada pela polícia.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.