4 de março de 2021

Com informações do G1

MANAUS – Portugal está enfrentando o pior momento da pandemia até agora. Num dos principais hospitais de Lisboa houve engarrafamento de ambulâncias na porta de emergência. O sistema de saúde português começou a dar sinais de esgotamento.

Em outro hospital, 53 pacientes foram transferidos para outras unidades. O problema é falta de pressão no sistema de oxigênio, que está sobrecarregado. Mais de 350 estavam internados, quando a capacidade máxima é de 120.

O ministro da Saúde aconselhou o governo a aceitar ajuda internacional para transferir doentes com quadros estáveis. Alemanha, Luxemburgo e Espanha já sinalizaram que estão dispostos a recebê-los.

A variante brasileira também preocupa o governo português, que decidiu, nesta quarta-feira, 27, suspender todos os voos com origem ou destino ao Brasil.

A suspensão de voos entre Brasil e Portugal começa a valer na sexta-feira, 29, e vai até, pelo menos, o dia 14 de fevereiro, quando as autoridades portuguesas vão reavaliar a situação.

Há pelo menos dez dias Portugal vem batendo recordes de mortes diárias por Covid.

Atualmente, é o País com o maior número de novos casos e de novas mortes por milhão de habitantes. A explosão nos números levou o governo a decretar lockdown há duas semanas.

Nos países vizinhos, como França e Reino Unido, o número de doentes em UTIs também aumentou muito. Pacientes britânicos em estado grave estão sendo transferidos por falta de leitos em alguns hospitais superlotados.