29 de novembro de 2020

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC

Vinícius Leal – Da Revista Cenarium

MANAUS – O prefeito de Tonantins (a 863 quilômetros de Manaus), Lázaro de Souza Martins, conhecido como “Curica”, foi preso em flagrante por compra de votos na própria residência dele, na noite deste sábado, 14.

Durante uma inspeção de rotina realizada pela Justiça Eleitoral, acompanhada do Ministério Público, para verificar se a lei seca estava sendo cumprida na cidade.

Com ele foram apreendidos armas, aparelhos celulares e cerca de R$ 1 800 em notas de R$ 100 e R$ 50. “Quando passamos pela frente da casa do prefeito nos chamou atenção uma grande movimentação de pessoas. Foi quando o juiz resolveu entrar pra averiguar e nos deparamos com esse quadro”, informou o promotor eleitoral Flávio Mota, da 47ª Zona Eleitoral.

Curica teve o auto de prisão lavrado, pagou fiança de R$ 3 mil e foi liberado, mas vai responder a inquérito por suspeita de compra de votos.

Karina Souza de Oliveira, filha do candidato a prefeito pela oposição, Francisco Salles, também foi presa por compra de votos em Tonantins. Com ela foram encontrados R$ 500 em notas de R$ 10, todas novas. Ela foi solta após pagar fiança e também será investigada.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.