Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
24 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – O prefeito Anderson Souza (Pros), conhecido como ‘Prefeito Ostentação’, da cidade de Rio Preto da Eva (a 79 quilômetros de Manaus, no Amazonas), vai gastar R$ 993 mil com marmitex (espécie de prato feito) e lanches para eventos. As informações foram publicadas nesta terça-feira, 1º, no Diário Oficial dos Municípios e confirmadas pela REVISTA CENARIUM em ligação telefônica ao gestor.

Para os serviços, duas empresas foram contratadas: uma ao valor de R$ 463 mil, a manauara Nutribeni Comércio de Produtos Alimentícios – ME, responsável por fornecer as marmitas, e, outra ao valor de R$ 530 mil, a empresa APC Leal Locações, localizada em Rio Preto da Eva, que disponibilizará os lanches para eventos.

Segundo o prefeito, sobre o despacho de homologação para o serviço de fornecimento de refeições do ‘tipo marmitex’, as alimentações serão para atender 120 profissionais da Secretaria Municipal de Saúde contratados para o combate à pandemia do novo Coronavírus.

“São para os fiscais da saúde, para todas as 120 pessoas que trabalham diretamente com a Covid-19. Durante o período da pandemia, contratamos 120 profissionais, que trabalham em nove unidades básicas de saúde e precisamos mantê-los com as marmitex”, respondeu Anderson Souza à REVISTA CENARIUM.

O gestor afirmou, ainda, que o contrato com a Nutribeni fica em vigor durante seu mandato como prefeito, logo, até 31 de dezembro de 2020.

R$ 463 mil para 120 profissionais

Conforme apuração, dividido para 120 pessoas, o montante de R$ 463 mil, equivale ao total de R$ 3.858 para cada profissional. Levando em consideração o preço médio de uma marmita encontrado em centros urbanos atualmente, no valor de R$ 10, cada servidor conseguiria comprar cerca de 385 refeições, garantindo, assim, um prato feito por dia para mais de um ano.

Lanches

Ainda sobre a contratação da empresa APC Leal Locações para o fornecimento de lanches, a REVISTA CENARIUM tentou questionar o prefeito Anderson Souza sobre quais eram os eventos citados no despacho de homologação publicado no Diário Municipal, mas a ligação foi interrompida. A reportagem entrou em contato, novamente, com o gestor, mas não obteve retorno até a publicação deste material.

Confira as publicações: