27 de outubro de 2020

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC

Da Revista Cenarium*

MANAUS – Os irmãos David Bemerguy (MDB) e Saul Bemerguy (MDB), prefeitos de Benjamin Constant e Tabatinga (Alto Solimões), respectivamente, estão entre os seis prefeitos melhores gestores públicos do Amazonas, segundo o Tribunal de Contas do Amazonas (TCE/AM).

Nesta sexta-feira, eles receberam, o Diploma e Selo de Gestão Pública 2020. O título é concedido pelo Tribunal Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE).

Dos 62 prefeitos do Amazonas, apenas seis receberam. Em Benjamin Constant e Tabatinga, David e Saul Bemerguy concorrem à reeleição e são favoritos na eleição 2020.

Os selos, nas categorias ouro, prata e bronze, são entregues a gestores destaques que apresentaram os melhores índices de desempenho, eficiência, efetividade e transparência na administração das contas públicas. Os critérios levam em consideração a regularidade das informações enviadas ao TCE, e desenvolvimento de soluções inovadoras em meio ambiente, saúde, educação, gestão e outros.

Saul Bemerguy recebeu o Selo Ouro, que é a maior pontuação. “Trabalhamos dia e noite para fazermos o melhor por nosso município e esse prêmio é o reconhecimento de uma gestão transparente e que busca, por meio de toda sua equipe, melhorar a vida da população com boas práticas”, afirmou o prefeito de Tabatinga.

“Sempre trabalhamos com responsabilidade e seriedade porque esse é o viés da administração pública e estar entre os seis gestores reconhecidos é muita honra. Então esse é um resultado positivo que reflete o trabalho realizado por toda nossa equipe, com comprometimento, e que pretendemos levar adiante”, afirmou o prefeito David Bemerguy.

O selo foi recebido em cerimônia realizada em Manaus, no Auditório do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas.

(*) Com informações da assessoria

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.