Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
27 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Mencius Melo – da Revista Cenarium

O Governador do Estado, Wilson Lima (PSC), anunciou que as atividades comerciais, em Manaus, irão voltar gradualmente a partir do dia 1º de junho. Mas a decisão não se estende para o interior e, portanto, ficará a critério dos gestores locais.

Esse entendimento se dá em função do modus operandi em que diversas cidades no mundo estão reabrindo seus comércios e indústrias. E dependendo da lista de estabelecimentos a serem liberados, o impacto em áreas como o Centro de Manaus, zona que concentra histórica atividade comercial, pode se estender em um efeito cascata por toda a cidade.

A autonomia, diz Wilson Lima, leva em consideração fatores peculiares de cada município. “Com relação a abertura gradual do comércio que nós vamos implementar, a partir do dia 1º de junho, isso vai valer só para a capital. Com relação ao interior, os prefeitos irão definir quando isso é mais oportuno, de acordo com a realidade de cada região”, explicou Wilson.

O gestor entende que os números de pessoas contaminadas pelo novo Coronavírus, vírus que provoca a Covid-19, devem ser levados em consideração. “Tem que ser de acordo com a realidade de cada cidade, levando em consideração ali, a dinâmica da cidade e os números da Covid-19”, finalizou.